Viagem

Madri

SONY DSCMadri dá um show de como unir tradição e modernidade. Por ter sido a capital de um dos maiores impérios que já existiu, Madri é grandiosa! São inúmeras igrejas, palácios e monumentos, completados pelo charme das cidades espanholas.

 

Antes de falar sobre seus pontos turísticos, vou dar uma dica:

Em Madri existe o Madri Car, um cartão que possibilita acesso direto sem filas para visitar mais de 50 museus e monumentos de Madri (incluindo Tour do Estádio Santiago de Bernabeu). E todas as visitas guiadas do programa “Descubra Madri“.

Madrid-CardSão 4 tipos: validade de 24hs (32), 48hs (42), 72hs (52) e 120hs (85), mais são consecutivos, por isso comece usar de manha para aproveitar bem.

Puerta del Sol

puerta_del_sol_madridConstruída no século XIX, Puerta del Sol é o ponto mais agitado de Madrid. A praça data do século XIX, e está sempre lotada, devido à grande concentração de lojas, bares e restaurantes localizados nos seus arredores.

Se for explorar a cidade a pé, comece o seu passeio nesta praça, já que a partir de Sol (como o lugar é chamado pelo madrilenhos), é possível chegar a todas as principais atrações do centro facilmente.

Calle Mayor

Calle_Mayor_(Madrid)_01A Calle Mayor liga a Puerta del Sol à Catedral de Almudena e ao Palácio Real. Ao longo desta rua, você encontrará diversos pontos importantes, como os pórticos que dão acesso à Plaza Mayor, e o Mercado San Miguel, um lugar maravilhoso, onde é possível provar o melhor da culinária espanhola, por ótimos preços. A rua tem também igrejas, e vários bares e restaurantes antigos, cheios de charme.

Plaza Mayor

Plaza_Mayor_madridA atmosfera da Plaza Mayor é única, assim como sua arquitetura. A praça é repleta de cafés e restaurantes, que têm mesas posicionadas para que os visitantes aproveitem a paisagem, que é espetacular. Lá, existem vários estabelecimentos, com preços para todos os bolsos. Diferentemente de outras capitais europeias, os preços dos restaurantes e bares de Madrid são bem razoáveis, e você poderá provar pratos e bebidas de qualidade, sem precisar gastar uma fortuna.

Preste atenção aos detalhes dos prédios, como os afrescos da Casa da Panaderia, que retratam figuras mitológicas. A estátua gigantesca, vista no centro da praça, é do rei Felipe III, figura bastante importante na história da Espanha, e foi construída em 1619.

Catedral de Almudena

IMG_0735A Catedral de Almudena é um dos mais famosos marcos de Madrid, e um dos prédios mais impressionantes da cidade. A igreja tem proporções helênicas, e fica bem de frente para o Palácio Real. Sua fachada tem cores únicas, com pedras de tons azuis e cinzas.

Almudena levou mais de cem anos para ficar pronta, e sua construção só foi autorizada quase trezentos anos depois de Madrid ter se tornado a capital da Espanha, devido à forte oposição da cidade de Toledo, que, naquela época, tinha uma arquidiocese mais poderosa.

O interior da catedral é igualmente impressionante, e o altar dourado deixa os visitantes de boca aberta! Do seu alto, tem-se uma ótima visão do resto da catedral, e é possível subir as escadas, e chegar bem perto das esculturas, reluzentes e banhadas a ouro.

A entrada é grátis, mas recomenda-se fazer uma doação de 1 euro, depositando sua moeda em uma das urnas disponíveis. O dinheiro arrecadado é usado para a pagar pela manutenção do prédio. Um passeio em Madrid imperdível.

Palácio Real

SONY DSCO Palácio Real é um dos mais impressionantes do mundo, e de um esplendor quase indescritível. Situado no topo de uma colina que parece definir os limites da cidade, o palácio já abrigou algumas das dinastias mais importantes da Europa.

É possível visitar o interior do palácio o ano inteiro, pagando 10 euros. As filas costumam ser um pouco longas, principalmente durante o verão, mas nada que assuste. O ideal é chegar cedo, para evitar aborrecimentos. Os Salões Oficiais, vistos durante a visita, são de uma riqueza de detalhes única. Os tronos, as tapeçarias e os lustres que compõem a decoração, refletem todo o poder da família real espanhola em seus tempos áureos.

Se você pretende visitar várias atrações de Madrid durante a sua estadia, considere adquirir o Cartão Madrid. O bilhete dá acesso prioritário a mais de 50 museus da cidade, e inclui excursões ao estádio do Real Madrid e às touradas de Las Ventas.

Jardins de Sabatini

jardins-de-sabatini_467612Muitos visitantes se dão por satisfeitos ao visitar o Palácio Real, sem se dar conta de que ainda há muito mais para ser visto nos seus arredores. Na parte traseira do palácio, ficam os Jardins de Sabatini, um lugar perfeito para relaxar e apreciar a beleza do edifício. Projetados em 1930, os jardins só foram abertos ao público bem depois da sua criação, em 1978.

A entrada é grátis, e o espaço fica aberto diariamente das 10 da manhã até as 21:00, durante o verão.

Parque del Buen Retiro

images-1O Parque del Buen Retiro é o maior parque de Madrid, e tem várias atrações. São pontes, lagos, monumentos, palácios, jardins, rosários… A lista é longa!

Reserve algumas horas para apreciar as belezas do parque, pois ele é imenso.

Puerta de Felipe IV

puerta-felipe-ivSe possível, comece o passeio na entrada próxima do Museu do Prado: a Puerta de Felipe IV. Este é um dos recantos mais impressionantes do parque, a começar pelos belos jardins, que ficam logo na entrada, e têm árvores podadas em formatos inusitados. Seguindo a trilha que corta o jardim, chega-se ao grande lago, e ao Monumento ao Rei Alfonso XII.

Monumento ao Rei Alfonso XII

Monumento_a_Alfonso_XII_de_España_en_los_Jardines_del_Retiro_-_01Este lago é considerado o ponto principal do parque. Ao seu redor, os belos e as belas de Madrid exibem os seus corpos sarados, enquanto famílias e casais brincam nos barquinhos de aluguel, que ficam à disposição de quem quiser se aventurar em um deles. Uma hora custa 8 euros, e os ingressos podem ser comprados no escritório localizado às margens do lago.

O lago tem um monumento grandioso, com colunas romanas de mármore, que circundam a estátua do rei Alfonso XII, montado no seu cavalo.

Palácio de Cristal

IMG_9994Esta estrutura imponente foi construída em 1887, e, hoje em dia, abriga exibições de arte e eventos culturais. Todo de vidro e metal, o palácio forma uma bela paisagem, juntamente com as árvores e o lago ao seu redor.

Rosaledo

3959437973_249d865a57Desenhado como um labirinto, este rosário tem roseiras de todos os tipos e cores. Além do efeito visual, que é esplendido, o perfume das rosas completa a experiência, e tem-se a impressão de estar num jardim mágico. O “Rosaledo”, nome original da atração, fica aberto o ano inteiro, e a entrada é grátis.

Plaza de Cibeles

SONY DSCA Plaza de Cibeles fica numa das principais encruzilhadas de Madrid. No meio da praça, se encontra a Fuente de la Cibeles, batizada em homenagem à deusa romana da natureza, vista como um dos símbolos mais importantes da cidade. Ao seu redor, se vêem prédios importantes, como o majestoso Palácio de Comunicaciones, onde fica a prefeitura de Madrid. Subindo a ladeira da avenida Calle de Alcalá, a partindo da praça, chega-se a Puerta de Alcalá, o próximo ponto turístico em Madrid na nossa lista.

Puerta de Alcalá

IMG_9848No meio da movimentada Plaza de la Independencia, se encontra a Puerta de Alcalá, uma das atrações mais famosas de Madrid. Comissionado pelo rei Carlos III em 1764, o monumento é a versão madrilenha do Arco do Triunfo. Caminhando a partir de Alcalá, pelo Paseo del Prado, chega-se ao Museu do Prado.

Museu do Prado

O Prado é considerado um dos melhores museus da Europa. Seu acervo é impressionante, e tem obras de mestres conhecidos no mundo todo, como Goya e Rembrandt.

Museo_del_Prado_(Madrid)_04O clima dentro e fora do museu é de empolgação, e os gramados em volta sempre ficam cheios de pessoas, relaxando sob a sombra das árvores, principalmente durante os verões quentes de Madrid.

Nas proximidades do Museu do Prado, encontram-se diversos prédios e monumentos interessantes, como a igreja San Jerónimo el Real, vista no alto da colina ao lado do museu, e o monumentos aos heróis do 2 de Mayo, construído em homenagem aos espanhóis que lutaram e defenderam o país contra a invasão de Napoleão.

Gran Via

Gran-Via-MetropolisA Gran Via é uma avenida que você não pode deixar de conhecer. Uma das áreas mais importantes da cidade, a avenida tem inúmeras lojas, hotéis, teatros, bares e restaurantes. O que torna a Gran Via especial é a arquitetura dos seus prédios, que é grandiosa e diversa. Todas as fachadas são diferentes das outras, com uma riqueza de detalhes impressionante.

Outra dica importante:

Quando a gente chega num lugar novo nada melhor do que fazer um city tour para dar uma ideia geral, se localizar! O tour de ônibus é bárbaro porque podemos parar e descer nos pontos turísticos e pegar outro ônibus em seguida, com o cartão, durante 24, 48 ou 72hs (dias consecutivos). Assim você poderá conhecer toda Madri com mais facilidade!

Beijos!!!

 Compras em Lisboa

Publicado em setembro 27, 2013

Lisboa oferece a qualquer visitante que esteja na capital portuguesa – a trabalho ou a lazer – um mundo de possibilidades, inclusive na hora de fazer compras! Você vai encontrar por lá opções para todos os gostos e bolsos. Como viagem que é viagem sempre tem uma comprinha, aqui vão algumas dicas de lugares para visitar, conhecer e comprar:

Existem várias ruas de comércio em Lisboa e também alguns centros comerciais. A zona mais típica de Lisboa para ir às compras (principalmente para o turista porque tem todas as lojas dos centros comerciais mas a céu aberto) é a Baixa de Lisboa.

625d1349269077-raugusta2A Rua Augusta é uma rua apenas de comércio onde os carros não passam e está repleta de lojas (roupa – Zara, Mango, Calzedonia, Stradivarius, Triumph… – tecidos, artesanato, cafés/restaurantes, geladarias… etc). As Ruas paralelas e perpendiculares à rua Augusta, principalmente a Rua do Ouro, a Rua da Prata e a Rua dos Fanqueiros, também têm uma grande quantidade de lojas, ourivesarias, papelarias, lojas de artigos para a casa, telemóveis, etc. No Chiado, para além dos Armazéns do Chiado (que têm uma grande quantidade de restaurantes e cafés e ainda tem perfumarias, a Fnac, Springfield, lojas de artigos para a casa e de produtos de beleza, loja de esportes, etc.) pode aventurar-se e subir a Rua Garret até ao Largo do Chiado e visitar não só a Casa Pereira, mas outras lojas de roupa, livrarias, cafés típicos – como a Brasileira (onde Fernando Pessoa passava muitas das suas tardes) – e aproveitar para fazer turismo enquanto faz as suas compras porque a Baixa Lisboeta é repleta de lugares muito interessantes mesmo ao virar de cada esquina.

626d1349269077-rgarret2Na Avenida da Liberdade existe uma grande quantidade de lojas de nome internacional como a Louis Vuitton, a Carolina Herrera, Hugo Boss, Dolce Gabana, Armani, etc.

627d1349269077-avliberdade2Na avenida há ainda muitos teatros (e não, não são nada caros!), os novos quiosques com bebidas e comida abertos até tarde, hotéis, restaurantes, um passeio enorme com espaço verde (que vai até ao Marquês de Pombal), o HardRock Café e, independentemente das compras que vá ou não fazer deve fazer uma visita a esta avenida!

 A Feira da Ladra é uma oportunidade de conhecer as tradicionais feirinhas a céu aberto. Lá vende tudo o que o turista pode imaginar. As tendas são montadas às terças-feiras e aos sábados, numa praça de Alfama, à beira do rio.

feira_ladraNo Distrito da Graça, na estreita Rua de São José existem dezenas de lojas que vendem antiguidades do mundo todo. Uma viagem a parte, lá você encontra desde móveis e objetos de decoração como candelabros até pratos de porcelana e caixinhas de prata. Vale a pena dar uma visitada!

DSC_0062_resize_86 Localizado nas proximidades do Oceanário e na parte mais moderna da capital portuguesa, você encontra o Centro Comercial Vasco da Gama. Enorme, o centro é lindo e abriga inúmeras lojas, além de um supermercado em seu subsolo. Não deixe de passar por lá, depois de visitar o Oceanário.

Centro_Vasco_Gama_Lisboa A rua que dá acesso ao metrô está repleta de lojas descoladas. Mas o destaque fica para o shopping Centro Comercial Dolce Vita Monumental e as Galerias Saldanha Residence, que abriga lojas de grife como Valentino, Hugo Boss, Alice Lourenço, Koh-I-Noor, entre outras.

PowerPoint PresentationA apenas 5 minutos da Ponte Vasco da Gama fica o maior outlet da Europa, o Freeport. Lá você encontrará diversas marcas famosas como Adidas, Calvin Klein, Carolina Herrera, Converse, Gant, Levi´s, Puma, Swatch, Reebok, Benetton e muitas outras, a um ótimo preço. Além das lojas de marca, há cinemas, restaurantes, área de recreação infantil e um centro de convenções. Passeio completo para a família toda!

O-maior-outlet-da-EuropaBoas Compras!!!

Beijos!!

Lisboa/Portugal

Publicado em abril 16, 2013

Lisboa das colinas, do tejo, dos bondinhos… A capital portuguesa tem um charme único, e diversas atrações turísticas de peso. Foi uma das cidades Européias que mais me supreenderam!!!

Mosteiro dos Jerônimos

SONY DSCEste edifício é um dos mais impressionantes de Lisboa. Construído em 1502, para comemorar o sucesso da viagem de Vasco da Gama às Índias, e é lá que ele está enterrado, junto com outros portugueses, Luis de Camões e Fernando Pessoa. Os detalhes da arquitetura do prédio são impressionantes, e seu tamanho e imponência vão te deixar de boca aberta! O Mosteiro tem várias partes distintas, como um belo jardim, uma igreja e inúmeros salões. Após terminar a visita, siga para o Padrão dos Descobrimentos, na margem do rio Tejo, facilmente acessível através de uma passagem subterrânea, localizada na praça que fica de frente para o Mosteiro.

Padrão dos Descobrimentos

SONY DSCO Padrão dos Descobrimentos é um monumento recente, e foi construído nos anos 60, em homenagem ao Infante D. Henrique, considerado pelos portugueses como o pai da Era dos Descobrimentos. Trata-se de um belíssimo trabalho de arte, que tem a forma da proa de um navio, com imagens de figuras importantes da história de Portugal, e até do Brasil, como Pedro Álvares Cabral. No interior da estrutura, há um espaço para exibições e um elevador, que leva os visitantes ao topo. Dica: os turistas que tentam caminhar até a Torre de Belém, pela beira do rio, após visitar o Padrão dos Descobrimentos, dão de cara com uma marina, que impede a passagem. Portanto, evite andar até o final da calçada, para nao ter que voltar depois, e vá pela avenida!

Torre de Belém

SONY DSCA Torre de Belém foi construída em 1515 para servir de fortaleza, guardando o acesso à Lisboa através do rio Tejo. Com o passar dos anos, a torre passou a servir também como o ponto de partida para várias viagens exploratórias dos portugueses. Combinando uma mistura de estilos arquitetônicos, a torre é um monumento à pujança dos portugueses, no que diz respeito à exploração marítima. Se tiver tempo, não deixe de visitar a parte de dentro e conhecer mais sobre como era o seu funcionamento, e aproveite para bater fotos da paisagem que se tem do alto, que é fantástica! Sem dúvida um dos melhores passeios em Lisboa.

 Praça do Comércio

SONY DSCEsta praça monumental serve como uma espécie de porta de entrada de Lisboa, e era lá que ficava o Palácio Real, destruído durante o Grande Terremoto de 1755. A praça tem diversos prédios e monumentos, a exemplo da enorme estátua do rei José I, que fica no centro, e o Arco da Rua Augusta, a versão portuguesa do Arco do Triunfo (o arco de Lisboa é bem mais impressionante que o francês, diga-se de passagem). A arquitetura é espetacular, e o arco funciona como um portal de acesso à Rua Augusta, a via que leva ao coração da cidade, a praça do Rossio, o próximo ponto turístico de Lisboa na nossa lista.

Praça do Rossio (Praça Dom Pedro IV)

praca-dom-pedro-4-rossio-lisboa-2A Praça do Rossio é belíssima, e costuma ficar lotada de turistas e moradores da cidade, que ocupam os diversos cafés e bares charmosos da área, durante todo o ano. A praça tem prédios importantes, como o Teatro Nacional, um lindo exemplar da arquiterura neoclássica, e monumentos como fontes barrocas e um pedestal, que tem uma estátua de Dom Pedro IV (o nosso Dom Pedro I no Brasil, que proclamou a independência). Rossio, como é conhecida esta parte de Lisboa, é um ótimo lugar onde você pode sentar para comer algo ou tomar um café, enquanto admira a arquitetura e vê o movimento de pessoas.

Castelo de São Jorge

Castelo-Sao-Jorge-Lisboa-PortugalEste belíssimo exemplar da arquitetura medieval pode ser visto de praticamente qualquer parte de Lisboa, e suas partes mais antigas datam do século VI! Tomado dos mouros em 1147, pelo primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques, o castelo serviu de residêncial real até que um outro palácio foi construído, no lugar onde se encontra hoje a Praça do Comércio. É possível andar sobre as muralhas do castelo, de se vêem alguns dos panoramas mais belos da cidade. Se tiver tempo, aproveite para ver a exibição multimídia Olissiponia, ou aproveite para relaxar nos jardins que cercam o castelo.

Elevador Santa Justa

elevador-de-santa-justa-2 Esta impressionante (e até futurista), estrutura de ferro foi construída originalmente para ligar a Cidade Baixa à Cidade Alta, e era movida a vapor. Hoje em dia, a torre de estilo neoclássico é uma das atrações turísticas mais famosas de Lisboa, e tem até um charmoso café na cobertura (acessível através de uma escada ou do elevador) de onde se vêem a praça do Rossio e do Castelo de São Jorge. A subida custa apenas EUR 2,00 (preços de 2011). Com certeza um dos melhores passeios em Lisboa!

Bairro Alto

tumblr_lht6llZuqq1qge6fho1_500O Bairro Alto é o distrito boêmio de Lisboa, e tem uma grande variedade de bares, galerias de arte, lojas e restaurantes, não encontrada em nenhum outro lugar da cidade. Apesar de todas as ladeiras íngremes, se locomover pelo bairro é super fácil, e se perder por lá é um prazer. Melhor aproveitado à noite, o Bairro Alto, com certeza, não decepciona aqueles que decidem explorá-lo. Não deixe de conhecer o Miradouro de São Pedro de Alcântara, uma praça super romântica e cheia de charme, que tem paisagens esplêndidas da cidade.

Campo Pequeno

20120818092534_5ANH7O0OAR339D3V02YCO Campo Pequeno é uma arena de touradas que tem uma arquitetura bastante interessante, construída em estilo mourisco. Acredite ou não, as touradas ainda acontecem hoje em dia, mas somente às quintas, e durante o verão. No subsolo da arena há um shopping center e um estacionamento subterrâneo. Já na parte exterior, encontram-se diversos restaurantes, que servem o que há de melhor na cozinha portuguesa.

Museu das Carruagens

IMG_7470Este museu é uma das atrações turísticas mais visitadas de Lisboa, e abriga a mais valiosa coleção de carruagens do mundo! Localizado na mesma parte da cidade que o Mosteiro dos Jerônimos e o Padrão dos Descobrimentos, Belém, o museu é um prédio opulente do século XVIII, que tem exemplares que pertenceram a várias famílias reais europeias, e contém detalhes extraordinários, que retratam as conquistas de suas importantes nações.

  Museu Nacional do Traje 

800px-Palcio_do_Monteiro-Mor_0004O acervo do Museu Nacional do Traje veio do Museu dos Coches, com mais de 30.000 peças, desde trajes, têxteis, brinquedos, bonecas e acessórios que pertenciam à Casa Real. A área têxtil mostra técnicas de fiação, tecelagem e estampagem manual em diversos tecidos, como algodão, linho e seda. Também realizam exposições de estilistas comtempôranios e designers. Legal pra quem gosta de moda e estilismo. Horários: 3° feira: 14 às 18hs, 4° feira à dom: 10 às 18hs, fechado às 2° feira e 3° de manhã. Grátis aos domigos e feriados até às 14hs.

Museu Calouste Gulbenkian

lxi-2607O acervo do Museu Caloustre Gulbenkian conta com mais de 6.000 obras, entre pinturas, esculturas e painéis de arte egípicia, grego-romana, da mesopotânia, arte oriental, eurpéia. Na parte de artes decorativas, o grande destaque são as peças de René Lalique, são maravilhas em jóias, pentes Art-Nouveau. Horários: 3° feira à dom: 10 às 17h45, fechado 1/Jan, Páscoa, 1/Maio e 25/Dez. Metro: Estações de S. Sebastião ou Praça de Espanha.

Museu Nacional do Azulejo

Painel+Azulejos+BarrocoO Museu Nacional do Azulejo situa-se no Convento da Madre de Deus, que data de 1509, mas apenas o claustro e a sala árabe se conservam. A coleção mostra toda a história do azulejo em Portugal, desde trabalhos do séc. XV até os mais modernos. O grande destaque é o imenso painel de 23m de Nossa Senhora da Vida, representando a cidade em 1755. Horários: 3° feira das 14 às 18h e 4° à dom. das 10 às 18hs. Fecha às 2° feiras, Páscoa, 1/Jan, 1/Maio e 25/Dez.

Museu Coleção Berardo

museu_berardoMuseu Coleção Berardo de Arte Moderna e Comtemporânea, conta com belo acervo de artes plásticas do séc.XX, com importantes artistas como Picasso, Marcel Duchamp, Kasimir Malevich, Piet Mondrian, Francis Bacon, Andy Warhol, Yveis Klein, Francesco Clemente, Richard Serra, entre outros. Aberto todos os dias: 10 às 19hs e aos sáb. até às 22hs. Entrada gratuita.

Parque das Nações

SONY DSCLocal da Expo’98, onde foi comemorado o 500° aniversário da chegada de Vasco da Gama à India é onde se sente o novo espírito de Portugal, é lá que os lisboetas se divertem. Parque das Nações é hoje um espaço vivo, dinâmico e multifuncional. É a marca da Lisboa contemporânia, um local onde um local onde os lisboetas se divertem. O grande espaço de 340 hectares com jardins e esculturas juntou a cidade e o rio e Pavilhão do Conhecimento, Pavilhão de Portugal,  Pavilhão Atlântico, Teatro Camões,  Oceanário,  Área Internacional, que deu lugar à Feira Internacional de Lisboa (FIL), e a Estação do Oriente.

Oceanário de Lisboa

SONY DSCInaugurado em 1998 para a última exposição do séc. XX, cujo tema foi “Os Oceanos, um Patrimônio para o Futuro”, o Oceonário eternizou a ligação de Lisboa com o oceano. Possui uma grande variedade de espécies marinhas de todos os oceanos, com um tanque central de 5 mil m3 com tubarões, raias, quimeras e peixes de todas as cores e espécies! Grátis para as crianças de 4 à 12. Horários: Verão: diariamente das 10 às 20hs e no Inverno: até às 19hs. No Natal das 13 às 18hs e no 1/Jan das 12 às 18hs. Metrô: Linha vermelha, Estação do Oriente.

  Bom Passeio!!!

Beijos!!

Compras no Porto/Portugal

Publicado em fevereiro 27, 2013

O Porto é conhecido pela grande atividade e criatividade ao nível do design de moda, calçado e ourivesaria. Reserve um dia para dar umas voltas pelas lojas do Porto. Quem sabe não encontra algo irresistível para se recordar da sua viagem…

QEn1nxmMsTQ8GBehRJ0ycLN7ueb0e4hkfEHfGwGD7ic,G3i3dQcogEg3YV-JdBONwE5HwcvF09erHZ6fPoMSu4UComece por visitar a baixa do Porto. Santa Catarina é uma zona de comércio tradicional onde pontificam também algumas das melhores lojas da cidade.

Porto_Rua-Santa-CatarinaEnquanto vê montras de excelente calçado e vestuário, não deixe de descansar as pernas naquele que é talvez o mais esplendoroso café do Porto, o Majestic.

Porto_Majestic-Cafe Café histórico na Rua de Santa Catarina, inaugurado em 1921 (então “Elite”) e sede das históricas “tertúlias” com escritores, filósofos e artistas da época. Até hoje segue recebendo recitais, concertos e exposições.

Porto_Majestic-Cafe2Livraria Lello e Irmão, também conhecida como Livraria Chardron, fica na Rua das Carmelitas, na freguesia de Vitória. Já figurou na lista das mais belas livrarias do mundo (The Guardian, Lonely Planet). A beleza do exterior do edifício neogótico só rivaliza com os imensos arcos quebrados do interior. Os pilares, vitrais e bustos de escritores famosos como Eça de Queirós e Camilo Castelo Branco, encantam os visitantes que não resistem a uma foto nas lindas e imponentes escadarias.

Porto_Livraria-LelloPorto_Livraria-Lello3 Na Boavista, em direção à Foz, rume à zona do Avis e vá ao encontro das lojas mais chiques da cidade. Entre várias marcas de topo, pode encontrar peças do melhor que se faz em Portugal e no mundo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara poupar tempo, dê uma saltada ao Norteshopping, em Matosinhos, um grande centro comercial com uma grande variedade de lojas.

hap-12001Ou no Marshopping, também em Matosinhos, que é um dos meus favoritos para compras!!!

1_17688644834e4bf885bea3aBoas compras!!!

Beijos!!!

Porto/Portugal

Publicado em fevereiro 6, 2013

Em Portugal, o Porto figura sempre ao lado de Lisboa nos roteiros turísticos. Uma das cidades mais importantes do país, depois da capital, é também célebre por seus vinhos de alta qualidade.

SONY DSC

Porto é também uma cidade universitária, com grande parte de seus estudantes, portugueses e estrangeiros, matriculados na Universidade do Porto.

O principal elemento da vida dessa cidade é o Rio Douro. Às suas margens estão as bodegas que servem os famosos vinhos da região e também o charmoso Bairro da Ribeira, com cafés, ruas estreitas e casas típicas, com as roupas penduradas nas varandas para secar. Porto é um cenário encantador, vale a pena conferir.

Por-wanderingz

As igrejas de Porto são verdadeiras atrações nessa cidade à beira mar. As igrejas menores, espalhadas pelos diversos bairros, têm nos azulejos azuis que as decoram um charme todo especial. Entre as igrejas de grande porte está a Igreja de São Francisco, construída entre 1383 e 1410; ela possui o interior ornado com anjos, rosas e animais, em uma decoração gótica riquíssima.

A Igreja de Santa Clara, do século XV, tem uma arquitetura que mescla os estilos barroco e rococó e seu interior é totalmente decorado com esculturas em madeira do século XVII.

Igreja de Santa Clara - Porto

A Catedral da Sé foi fundada na idade média e ainda mantém as torres, o rosário central e as naves originais.

arslua

A Torre dos Clérigos possui seis andares, com 76 metros de altura. Os turistas têm uma vista incrível do alto dessa construção do século XVIII – basta enfrentar os 225 degraus que levam até o topo.

por-silviocascione

A Fundação de Serralves, ou Museu Nacional de Arte Contemporânea, é o museu mais visitado de Portugal. O prédio que o abriga foi construído na década de 30, obra do premiado arquiteto Álvaro Siza. O museu possui uma coleção de obras de escultores, pintores e designers portugueses.

Museu-serralves

O Museu de São Francisco, diz a lenda que 30 mil corpos estão enterrados no local, que já foi um cemitério no passado. Hoje o local abriga exposições de arte, além da catacumba. Um lugar interessante pra se visitar!

Não deixe de visitar o Rio Douro, lá você vai encontrar a Ponte Maria Pia. Obra de Gustave Eiffel, responsável também pela Torre Eiffel de Paris, ela ficou em uso por 114 anos depois de sua inauguração em 1877. A ponte mais famosa da cidade, Ponte Dom Luís I, foi obra de Teófilo Seyrig, discípulo de Eiffel. Inaugurada em 1886, ela tem 395 metros de comprimento e oito de altura. Hoje ela serve como passagem para o metrô.

SONY DSCO Palácio de Cristal é um amplo parque, com belos jardins, pavilhões esportivos e a Biblioteca Municipal Almeida Garrett. Na Casa do Infante, local onde nasceu o príncipe Henrique, os turistas podem ver documentos que contam a história de Porto e Portugal. Não deixe de conhecer também a Ferroviária São Bento, construída no começo do século XX no local que antes abrigava o Convento de São Bento de Ave-Maria. O local é decorado com azulejos que retratam a história do transporte e de Portugal.

Por-Alexandre-Jorge

Porto é um ótimo lugar para os apreciadores de bons vinhos. A vinícola do vinho mais famoso da cidade, Porto Sandeman, também é uma atração popular. A produtora do vinho foi fundada em 1790 pelo escocês George Sandeman. Hoje um museu no local conta a história da marca. Não deixe de conhecer também a vinícola Ferreira, fundada em 1751 por produtores de vinho locais. O tour pela casa é bem interessante e inclui uma degustação. Outro ótimo passeio é a Cave Ramos Pinto, onde os turistas também podem fazer um tour guiado e provar os vinhos.

8040698734_5d373c25bf_zQuem deseja conhecer os vinhos produzidos na região de maneira mais prática, pode fazer uma visita ao Solar Vinho do Porto. Os visitantes podem fazer uma degustação dos vinhos e comidas típicas, além de visitar o Museu Romântico que fica no local.

O aeroporto está a 13 km do centro da cidade, com ônibus partindo do terminal a cada 30 minutos em direção aos principais hotéis. O táxi é barato na cidade, por isso pode ser uma boa opção. Os ônibus circulam por toda a cidade e Porto também possui um sistema de metrô que melhora constantemente. Vá preparado para caminhar bastante e enfrentar subidas e descidas para conhecer a cidade.

E aproveitem a viagem!!!

Beijos, Erika!!!

Aveiro/Portugal

Publicado em outubro 9, 2012

O distrito de Aveiro capta a essência de um destino que esperaríamos ver num livro de viagens, com os seus moliceiros semelhantes a gôndolas, lagoas naturais, uma elegante arquitectura do século XIX e passagens calcetadas – é um local especial onde o antigo se conjuga com o moderno.

Situado na sub-região do Baixo Vouga, entre o oceano Atlântico e as zonas montanhosas dos distritos contíguos, Aveiro exibe uma paisagem muito variada, caracterizada por uma longa costa arenosa, um bonito estuário e diversos parques e jardins.

Conhecida como a “Veneza portuguesa”, a encantadora cidade de Aveiro é atravessada por um canal e é tida como um dos destinos mais encantadores do país, graças aos seus coloridos moliceiros, aos edifícios em tons pastel de estilo Arte Nova e à sua tranquila atmosfera urbana – um cenário ideal para as suas férias. 

É uma cidade com canais onde há passeios de condolas, como em Veneza!!! Extremamente adorável!!

E para dar uma volta nas condolas o preço é super razoável, 5 euros adulto e 3,50 criança! Vale a pena!!!

Centro de Aveiro

Câmara Municipal de Aveiro

Antiga Fábrica Jerónimo Pereira Campos

Curiosidade:  a região de Aveiro é conhecida pelas suas vastas áreas de salinas, uma das imagens de marca da região.

Salina é uma área de produção de sal marinho através da evaporação da água do mar ou mesmo de um lago de água salgada.

O documento mais antigo, conhecido sobre o sal português data do ano de 959 e refere-se a uma doação de terras e marinhas de sal feita na zona de Aveiro, pela condessa Mumadona, ao mosteiro de São Salvador, em Guimarães.

Não deixe de conhecer as praias em Aveiro! É simplesmente desnumbrante!!!

Não deixe de conhecer o Farol de Aveiro, é o maior de Portugal, localizado na Praia da Barra, sendo o segundo maior da Península Ibérica, estando incluído nos 26 maiores do mundo!!

Se você estiver em Portugal, no Porto, não deixe de conhecer Aveiro!!!

Beijos!!

Compras em London

Posted on junho 22, 2012
Em Londres há tantos lugares diferentes para comprar, que é normal ficar meio perdido. Por este motivo vou sugerir os principais lugares para você não deixar de ir!!!

Feiras e Mercados de Rua

O Borough Market, o Camden Lock, o Portobello Market e o Brick Lane Market são algumas daquelas atrações gratuitas que valem a pena conferir.

Camden Lock é uma das famosas feiras ou mercados de rua em Londres. Situado na exótica e famigerada Camden Town, a feira oferece de tudo: artesanato curioso, roupas que oscilam das mais descoladas às mais bregas, peças de design divertidas, acessórios diversos, drogas inusitadas, comidas típidas indianas e chinesas e boas cervejas. A feira funciona todo dia, exceto em 25 de dezembro. Para chegar: o metrô de Camden Town faz o serviço.

Portobello Market é uma das feiras de rua mais famosas do mundo. Localiza-se no West side de Londres, na Portobello Road, no bairro Notting Hill. Ao longo da rua, encontram-se brechós, restaurantes, barraquinhas de bugigangas, lojas de antiguidades e milhares de turistas. A feira ocorre todo sábado. Estações de metrô: Queensway, Notting Hill Gate ou Bayswater.

O Borough Market se dedica à comida e à bebida, de preferência as de bom gosto e feitas na hora. No Borough Market, é bom escutar o som ambiente. Peixes sendo arremessados no gelo, transeuntes guiados pelos aromas das comidas fresquinhas, vendedores oferecendo provas de queijo, amigos bebendo uma cerveja artesanal. A comida vira música em uma das feiras de rua mais bacanas de Londres. Horários de funcionamento: Quinta: 11h às 17h / Sexta: 12h às 6h / Sábado: 8h às 17h. Estação: London Bridge.

Brick Lane, em Tower Hamlets, normalmente é associada ao curry servido por diversos restaurantes indianos, paquistaneses e bengaleses distribuídos pelas redondezas. A ligação com essas culturas acarretou a instalação de placas de trânsito em dois idiomas, o inglês e o bengali. Mas a comida indiana não se configura como o único atrativo da região. Lá estão também grafites de Banksy, exposições de arte, casas noturnas, mercados de antiguidades e roupas e alguns dos primeiros bagel shops judaicos de Londres. Estação de metrô: Shoreditch High Street.

Oxford Street e Regent Street

Bem no centro, as duas ruas imensas abrigam a meca das compras em Londres. Na Oxford Street e Regent Street, há todo tipo de comércio: das marcas mais caras às famosas “lojas de rua” como Topshop, H&M, Uniqlo, HMV e Urban Outfitters. Ali também está a já lendária Primark. É provavelmente o lugar mais movimentado, cheio e disputado de toda cidade, mas não há o que você não encontre por lá. Para tentar fugir a multidão, prefira o fim da tarde e a noite, as lojas geralmente fecham entre 18h30 e 19h, e durante a alta estação, entre 20 e 22h. Metrô Oxford Circus ou Bond Street.

Lojas de Departamentos

Selfridges e Harrods: são os lugares perfeitos para comprar aquele acessório de grife que você não necessariamente precisa, mas que sempre teve vontade. Ok, não é lugar para pechinchas (ainda que haja liquidações ótimas depois do Natal), mas dá gosto de passear por lá. Roupas, cosméticos, mobiliário, tapetes persas, TVs de um milhão de polegadas… tem de tudo. Metrô: Bond Street (Selfridges) e Knightsbrige (Harrods).

John Lewis e Liberty: outras duas megalojas que também têm de tudo e não economizam no luxo e qualidade. As melhores e mais famosas marcas do mundo estão lá e andar por seus ambientes também é um prazer. Metrô: Bond Street-Oxford Circus.

Harvey Nichols: o paraíso para os gourmets. Sim, como boa megastore tem de roupas, acessórios, perfumes e tudo mais de lindo e maravilhoso. Mas lá também é a pedida para encontrar comidas, temperos e iguarias britânicas e todas as partes do mundo. Metrô: Knightsbridge.

Primark

Se a ideia é encher as sacolas e gastar bem pouco, aqui está a opção perfeita. Roupas, calçados, acessórios e artigos pra casa a partir de £1! Tem muita peça bacana e da moda. Não necessariamente exclusiva, é verdade, mas pra turista que vem de fora, o sucesso na volta pra casa é garantido! Têm várias lojas pela cidade, mais a maior e mais completa é a de Oxford Street. E por ser a maior é, claro, a mais cheia. Metrô: Marble Arch.

Carnaby Street & Covent Garden

Perto do centro e de Oxford Street, está a famosa Carnaby Street, uma rua do século 17 que tornou-se popular durante o movimento modernista da década de 60, quando Londres era o centro difusor da moda, música, artes e comportamentos para o mundo todo. Hoje virou ponto turístico total, com lojas exclusivas, vintage e com ótimos pubs ao redor. Ou seja, ideal para uma tarde de compras seguida por uma boa pint. Metrô: Oxford Circus/Bond Street.

Covent Garden é outro dos lugares da moda da capital. A arquitetura típica dos prédios ao redor, com uma galeria coberta, em estilo art dèco, vale umas boas horas de passeio. O Mercado costuma ser a atração principal, com todo tipo de presentinho disponível, além de comidas e iguarias deliciosas. Nas ruas ao redor, lojas moderninhas diversas. Metrô: Covent Garden.

Canary Wharf

A linda área à beira do Tâmisa conta com um conglomerado de lojas e boutiques em suas três indoor plazas conectadas, Cabot Place, Canada Place e Jubilee Place. Bem mais calmo e fácil de explorar do que as muvucas do centro. Fora que a paisagem é mesmo de babar. Metrô: Canary Wharf.

Shopping centers

Londres não é uma especialmente conhecida por seus grandes shopping centres, mas há sim vários pequenos, em estilo galerias. O Westfield, no entanto, se destaca. Tanto o original, em Shepherds Bush, quanto o novo (inaugurado em 2011), em Stratford. Ambos são imensos (entre os maiores da Europa), ultramodernos e contam com as principais lojas e marcas disponíveis no centro da cidade.

Sloane Square

Você irá encontrar: Hugo Boss, Versace, Hermés, Armani, Prada, Gucci, Dior, Louis Vitton, Fendi, Dolce & Gabbana, Cartier, Tiffany… Pense em marcas e grifes chiques e famosas e elas estarão na Sloane Street. A rua que vai de Knightsbridge a Sloane Square nos anos 90 passou a receber alguma das mais exclusivas marcas do mundo. Seja para gastar uma nota ou para namorar as vitrines, é bom caprichar no salto. Metrô: Sloane Square.

Brechós & Vintage

A Oxfam em Dalston ocupa um antigo cinema dos anos 50 e tem toneladas de coisas, incluindo Barbies, livros estrangeiros, vinis e por aí vai. Fica na 514 Kingsload Rd, trem Kingsland Rail. Nas lojas da TRAIDé ainda mais fácil de encontrar peças de designer, a troca de “estações” garante verdadeiros achados. São 10 lojas, mas a mais legal é em 61 Westbourne Grove, metrô Bayswater.

Claro que Londres também é o paraíso do vintage. O que não falta são lojas com peças retrô, dos mais variados períodos e épocas e, certamente, únicas. A Beyond Retro já é referência, quase como um museu da moda (112 Cheshire St., metrô Liverpool Street). A Rokit também não fica atrás, bem no meio do fervo de Brick Lane e com verdadeiras maravilhas dos ano 40-80 (101 Brick Lane, trem Shoreditch High Street). E a Absolute Vintage é o paraíso dos acessórios e sapatos – mais de mil pares! (15 Hanbury St., metrô Liverpool Street).

Apple Store

Na piazza de Covent Garden, em um grande prédio, foi construída a maior Apple Store do mundo – a quarta em Londres. Como em seus lançamentos tecnológicos, a Apple teve preocupação com cada detalhe de sua 300ª loja. Nela, três andares guardam centenas de iPods, iPads, iPhones e Macs. Cada produto é exposto em um ambiente diferente. Mesas de madeira acolhem os aparelhos, que ficam à disposição para o público testá-los. As paredes de tijolos à vista são uma atração à parte, iluminadas por lâmpadas especialmente direcionadas. Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 21h; no domingo, do meio-dia às 18h. Endereço: Número 1-7 The Piazza – London – WC2E 8HA.

Beijos, e boas compras!!!

Carcassone

Posted on maio 15, 2012
Carcassonne é uma cidade medieval que está situada no sul da França, nos Pirineus franceses, próxima à fronteira com a Espanha, entre as cidades de Montpellier, Toulouse e Perpignan. Localizada em uma colina, ao lado da estrada que une o Atlântico ao Mediterrâneo, a uns 60 km do último, e é banhada pelo rio Aude.

Carcassonne foi restaurada na segunda metade do século XIX e se encontra em excelente estado de conservação. A cidade é bem pequena, com cerca de 45 mil habitantes, mas se encontra cheia de turistas durante todo o ano.

A vila fortificada de Carcassonne, chamada de ‘’La cité’’, foi declarada patrimônio da humanidade pela UNESCO, no ano de 1997, e todos os anos milhões de turistas lotam suas ruas para admirar está colossal fortaleza.

A cidade é realmente imprecionante!!! Vale muito à pena conhecer!!!

Devido ao forte turismo a maior parte do interior das muralhas foi convertido em comércio, como restaurantes, bares, lojas de suvenir, hotéis e outros. A melhor maneira de conhecer a cidade é caminhando, já que a La Cité se encontra bem perto da parte nova da cidade (do outro lado do rio), e a parte interior das muralhas é pequena.

Os principais pontos turísticos são: A Basílica de St-Nazaire; O castelo; A porta de Narbona; A porta de Aude; O teatro.

Carcassonne é um dos lugares mais interessantes para se visitar no sul da França, é como se estivessemos revivendo à idade média. Durante a visita ao castelo, são dadas explicações sobre batalhas medievais, lugares estratégicos, posicionamento dos arqueiros, etc.

Fonte: site Quero morar fora

Se você gosta de reviver o passado, Carcassone é ideal!!!

Beijos, e boa viagem!!!

Londres (London) Part II

Posted on abril 23, 2012

Londres é uma das cidades com mais atrações turísticas, por este motivo resolvi fazer dois posts em vez de um!!! Hoje, irei continuar falando sobre os lugares que vocês não podem deixar de conhecer quando for visitar a cidade!!

Torre de Londres

A Torre de Londres (Tower of London) talvez seja a construção britânica que abrigue o maior número de histórias. Fundada às margens do Rio Tâmisa para ser inicialmente uma fortificação e residência da monarquia, a Torre teve sua função alterada diversas vezes ao longo dos anos. Atualmente, o lugar não apresenta apenas uma torre, mas 20 delas, erigidas ao longo de inúmeros reinados. Foi casa da Moeda, Mostra dos Animais do Reino e até uma prisão, local de execuções e tortura. Hoje é a casa das Joias da Coroa, Patrimônio Mundial da UNESCO e um dos lugares mais visitados pelos turistas que desejam conhecer a história de Londres. Endereço: London EC3N 4AB, United Kingdom. Estação de metrô: Tower Hill. Ingresso: Adulto 19,80 libras / Criança 10,45 libras.

St. Paul’s Cathedral

A St. Paul’s Cathedral (Catedral Anglicana de São Paulo) é outra construção datada da Era Medieval. Ponto turístico de grande circulação em Londres, trata-se da sede do Bispo de Londres. Aqui o Príncipe Charles casou-se com a princesa Diana em 1981. Sua cúpula é a segunda maior do mundo, ficando atrás apenas da Basílica de São Pedro, no Vaticano. Endereço: Saint Paul’s Church Yard, London EC4M 8AD. Estações de metrô:St. Paul’s ou Mansion House. Ingresso: Adulto 14,50 / Criança, 5,50.

Abadia de Westminster

A Abadia de Westminster (Westminster Abbey) é uma das construções mais importantes, imponentes e turísticas do Reino Unido. Arquitetada em estilo gótico, é famosa por ser o local de coroação da monarquia. Fundada oficialmente em 970 d.C., a Abadia é hoje um ponto turístico e de peregrinação, mas ainda uma igreja em funcionamento. No local estão sepultados Geoffrey Choucer, William Shakespeare, Sir Isaac Newton e Charles Darwin. Ingresso para visitação: Adulto: 16 libras / Criança: 6 libras. Horários para visitas turísticas: Segunda, terça, quinta e sexta, das 9h30 às 15h30. Quarta, das 9h30 às 18h. Sábado, das 9h30 às 13h30. Estação de metrô: Westminster.

Museum of London

O Museum of London apresenta nove galerias gratuitas que contam a história de Londres desde seus primórdios, antes da invasão romana e do primeiro nome, Londinium. Em maio de 2010, as exibições da Londres Moderna foram reinauguradas por Sir Michael Caine, após reformas. Valor do ingresso: Gratuito para a as exposições permanentes. Horário de funcionamento: Todo dia, das 10h às 18h (Não abre do dia 24 ao 26 de dezembro). Endereço: London Wall, London EC2Y 5HN. Estações de metrô: Barbican, St Paul’s, Moorgate. Linhas de ônibus: 4, 8, 25, 56, 100, 25, 172, 242, 521.

The Monument

The Monument é uma coluna dórica erigida para lembrar o desastre do Grande Incêndio de Londres, de 1666, e celebrar a reconstrução completa da cidade. Situado na junção da Monument Street com a Street Hill, o monumento foi construído entre 1671 e 1677, com pedra Portland. A altura de 61 metros, contando a urna dourada no topo, equivale à distância, ao leste, da padaria onde o incêndio começou, em Pudding Lane. Horários: Diariamente, das 9h30 às 17h30 (últimada entrada às 17h). Ingressos: Adulto 3 libras / Criança 1,50 libra. Ingresso combinado com a Tower Bridge Exhibition: Adulto 9 libras / Criança 4 libras. Endereço: na junção da Monument Street com a Street Hill.

Tower Bridge

Este cartão postal de Londres foi inaugurado em 1894 pelo Príncipe de Gales, Eduardo VII. A construção da ponte se fez necessária, pois a estreita Ponte de Londres não era mais suficiente para a travessia de 20 mil veículos na cidade em ascensão no século 19. A exigência era que a construção ficasse com um estilo semelhante ao da Torre de Londres. As obras começaram em 1886 e contaram com mais de 400 operários. Endereço: Tower Bridge Rd, Southwark, London SE1 2UP. Estação de metrô: Tower Hill. Aqui também abriga uma exposição permanente sobre a história da ponte, chamada Tower Bridge Experience. Ingresso: Adulto 8 libras / Criança 3,40. Horários: De abril a setembro, das 10h às 18h30 (entrada até as 17h30); De outubro a março, das 9h30 às 18h (entrada até as 17h). Fechada dos dias 24 a 26 de dezembro. No dia 1 de janeiro, abre às 13h.

London Dungeon

A London Dungeon é uma aula de história assustadora. A atração apresenta os episódios mais trágicos e tenebrosos dos últimos mil anos na capital britânica, com 11 encenações conduzidas por atores, muitos gritos e sangue por todo lado. É uma masmorra que conduz o visitante a partir da Cripta, o susto inicial, até o Labirinto de Almas Perdidas, a Grande Praga, o Grande Incêndio de Londres, Cirurgia: Sangue e Tripas, Câmara de Tortura, Asilo de Bedlam, Traidor: Passeio de Barco para o Inferno, o Barbeiro Sweeney Todd, Jack Estripador, Bloody Mary Killer Queen e Extremis: Queda até a Morte. Endereço: 28-34 Tooley Street, SE1 2SZ. Estação de metrô: Tooley Street. Horários de funcionamento (só não abre no 25 de dezembro): os horários variam bastante. Horário garantido: diariamente, das 10h às 17h.

Aquário de Londres

O Aquário de Londres (Sea Life London Aquarium) tem a maior quantidade de animais marinhos do Reino Unido. As milhares de criaturas nadam em 2 milhões de litros de água, tudo isso ao lado do Rio Tâmisa e da London Eye. Endereço: County Hall, Westminster, Bridge Road, London, SE1 7PB. Estações de metrô: Westminster e Waterloo. Horários: Verão (23 de julho a 4 de setembro): Diariamente, das 9h às 20h. Restante do ano (a partir de 5 de setembro): Segunda a quinta, das 10h às 18h (última entrada às 17h), Sexta a domingo, das 10h às 19h (última entrada às 18h). Ingressos: Adulto 19,80 libras / Criança 14,40.

O Museu de Sherlock Holmes

O Sherlock Holmes Museum não é indicado para o turista médio, que deseja tirar o máximo possível de fotos durante sua estada. O museu se destina especificamente a fãs e leitores das aventuras do detetive. Muitos dos objetos da casa fazem referência a determinadas histórias, e esta é uma das falhas do lugar: faltam explicações para os não iniciados, embora a equipe se prontifique sempre a tirar dúvidas. Não há interatividade, e a visita se conclui rapidamente. Talvez por isso o valor dos ingressos não seja alto. Ingressos: Adulto 6 libras / Crianças 4 libras. Horários: Diariamente, das 9h30 às 18h. Fechado no 25/12. Endereço: 237-241 Baker Street, London. Estação do metrô: Baker Street.

O Churchill War Rooms

O Churchill War Rooms é um museu que conta a história do gabinete de guerra comandado pelo primeiro-ministro Winston Churchill durante a Segunda Guerra Mundial. O governo britânico temia que os alemães bombardeassem Londres nos primeiros anos da década de 1940 (o que de fato aconteceu). Por isso, construiu, no subsolo, um abrigo antibomba, que serviu de quartel general da equipe de guerra do ministro. O museu também possui uma seção dedicada inteiramente à vida de Winston Churchill, o homem que coordenou as frentes britânicas na guerra contra Hitler. Entrada: Adultos pagam 16,50 libras, e crianças entram de graça. Visitação: Diariamente, das 9h30 às 18h. Última entrada às 17h30 (e não abre nos dias 24, 25 e 26 de dezembro). Endereço: King Charles Street  SW1A 2AQ.

Beijos, Erika!!!


Londres (London) Part I

Posted on abril 20, 2012

Londres é uma cidade fantástica!!! Fiquei 7 dias e adorei!!! É uma cidade cheia de atrações, ótima pra fazer compras, e com uma vida noturna agitada!!! Se você gosta de tudo isso, não deixe de conhecer!!!

Fica a dica, quando você chegar em Londres compre um “travelcard”, bilhete válido para o metrô e para o ônibus também. O preço varia conforme sua validade um dia ou uma semana e de acordo com as áreas abrangidas, de um a quatro, em relação ao centro de Londres (área um). O bilhete de um dia cobrindo as áreas de 1 a 4 custa quatro libras e dez centavos, mas, se você estiver hospedado no centro, o das áreas 1 e 2 seria suficiente para rodar bastante, pegando o metrô e ônibus quantas vezes quiser.

Atrações é que não faltam!!!  Por este motivo vou fazer dois posts!! Pra não ficar longo de mais…

Museu Britânico

Fundado em 1753 e aberto ao público em quinze de janeiro de 1759, depois da aprovação do Rei Jorge II. No início, não era mais do que um amontoado de objetos sem nenhuma classificação ordenada. Já no século XIX, ficou estabelecido um modelo que se tornou quase obrigatório para todo museu moderno: exposições de entretenimento educacional combinadas a uma biblioteca para pesquisas dos eruditos e acadêmicos. O Museu Britânico abriga mais de 13 milhões de peças históricas de toda a humanidade. Endereço: 96 Euston Road, City of London NW1 2DB, United Kingdom. Estações de metrô: Euston e King’s Cross St. Pancras. Ingresso: Gratuito. Horários: Diariamente, das 10h às 17h. Nas sextas, fica aberto até as 20h30.

Big Bang

Big Ben é o nome popular dado ao relógio na torre da Casa do Parlamento britânico, sendo um dos monumentos mais famosos e reconhecidos de Londres. Construído entre 1840 e 1860, Big Ben é o nome do sino que fica pendurado na torre do relógio do parlamento britânico à beira do rio Tâmisa. Sendo uma das marcas registradas mais proeminentes de Londres e um dos principais pontos turísticos da cidade com uma arquitetura barroca intensa em detalhes. O Big Ben fica localizado no centro de Londres em Westminster, sendo parte do Palácio de Westminster. Estação de Metrô: Westminster.

Casa do Parlamento Britânico

Palácio de Buckingham

Embora a Rainha Elizabeth prefira o Palácio de Windsor, sua residência oficial é o Palácio de Buckingham. Os 77 mil metros quadrados de área construída foram erguidos ao longo de mais de 75 anos. Era uma grande casa do Duque de Buckingham adquirida pelo Rei Jorge III, em 1762. O Palácio tornou-se a residência oficial da monarquia britânica em 1837, com a ascensão da Rainha Vitória.

Troca de Guarda: Em frente ao Palácio de Buckingham, o procedimento de substituição dos guardas ocorre às 11h30 da manhã. De maio ao fim de julho, a atividade acontece todo dia. Nos outros meses, em dias alternados.Não tem que pagar nada, mas se recomenda chegar cedo, porque a galera costuma marcar presença. Endereço: Buckingham Palace, London SW1A 1AA. Estações de metrô: Victoria, Westminster, Hyde Park Corner.

Tate Modern

O Tate Modern é um museu de arte moderna internacional, que faz parte do grupo Tate, conjunto de quatro galerias de arte. As outras são a Tate Britain, a Tate Liverpool e o Tate St. Ives. Criado no ano 2000 em uma usina elétrica desativada, o museu não tinha a ordem expositória das obras por data, e sim por categoria, o que não mostraria as grandes lacunas do acervo. Ingresso: Gratuito. Horários: Domingo a quinta, das 10h às 18h. Sexta e sábado, das 10h às 22h.

National Gallery

A National Gallery foi fundada em 1824, quando o governo britânico comprou todo o acervo de arte de um famoso banqueiro da época, bem como sua mansão. A casa foi aberta ao público. Logo, um edifício foi construído no meio de Londres, na Trafalgar Square, especificamente para abrigar a coleção. O museu era conhecido e visitado apenas pela elite inglesa, mas a notícia de um prédio de arquitetura singular com tal vasta coleção se espalhou por toda a Europa e visitantes vieram de vários países para conhecer o museu. Aos poucos o lugar deixou de ser tão elitizado, e muitos programas educativos foram implantados, abrindo assim uma oportunidade para todas as classes visitarem o local, como acontece atualmente. Estações de metrô: Charing Cross, Leicester Square e Piccadilly. Ingresso: Gratuito. Visitação: Abre diariamente das 10h às 18h. Nas sextas, em horário prolongado até as 21h.

Museu de História Natural

Fundado em 1881, o museu possui itens relacionados a Botânica, Entomologia, Mineralogia, Paleontologia e Zoologia. Resumindo: bom para quem gosta de ver dinossauros e ossos e aprender mais sobre o desenvolvimento da fauna e da flora no mundo.

O museu apresenta exibições e mostras especiais. As crianças podem se deslumbrar com os dinossauros em três dimensões, e os adultos acompanham tudo de perto, inclusive as sessões de cinema programadas sobre temas como borboletas e répteis. Entrada: Gratuita. Visitação: Diariamente, das 10h às 17h50 (última entrada às 17h30). Endereço: Exhibition Road, London. Estação de metrô: South Kensington.

Hyde Park

Hyde Park é o maior parque de Londres e também o mais famoso. O parque fica situado no distrito de Westminster e ocupa uma área total de 625 acres (incluindo Kensington Gardens), existem mais de 4.000 árvores dentro do parque e várias atrações para os visitantes, incluindo passeio a cavalo e passeio de barco. As estações de metrô para o Hyde parque incluem: Hyde Park Corner, Knightsbridge, Queensway, Lancaster Gate, Marble Arch e Bayswater.

London Eye

A London Eye é a terceira maior roda gigante do mundo e um dos pontos turístico mais disputados de Londres. Ela possui 135 metros de altura e serve como um observatório da cidade. Foi construída para a celebração da virada do milênio e tinha um tempo de existência pré-programado de cinco anos. Porém, assim como a Torre Eiffel, de Paris, que também seria desmontada mais tarde, a London Eye tornou-se um marco para Londres e já faz parte da história como um grande monumento enraizado na paisagem da cidade. Endereço: Riverside Building, County Hall, Westminster Bridge Road, London SE1 7PB. Estações de metrô:Waterloo e Westminster. Horarios:Atenção: atração fechada de 7 a 20 de janeiro de 2012, para manutenção. Setembro a março: Diariamente, das 10h às 20h30, Abril a junho: 10h às 21h, Julho a agosto: 10h às 21h30.

Ingressos: Existem diversos tipos de ingressos disponíveis, inclusive um especial para casais, com champanhe e bombons. Aqui vamos explicar os dois principais: Standard Ticket: O ingresso tradicional, o mais barato, dá direito à experiência 4D e ao passeio na roda-gigante. Para o 4D, entre na fila 45 minutos antes do horário agendado na reserva online. Se não quiser o 4D, encaminhe-se diretamente à plataforma de embarque, com pelo menos meia hora de antecedência. Para coletar o ingresso agendado, você pode recorrer às máquinas e digitar o código de reserva para receber o tíquete impresso. A partir de 17 libras. E o Fast Track Tickets: O Fast Track é a via mais rápida para ingressar nas cápsulas do London Eye. Você paga um pouco mais caro e, com isso, ganha prioridade no embarque. Dirija-se ao Priority Desk 15 minutos antes da hora marcada. Para aproveitar também o 4D, chegue 45 minutos antes do horário agendado. Nesse caso, você não precisa recorrer às máquinas de ingressos – basta ir até a Priority Desk. A partir de 26 libras.

Science Museum

O Science Museum é a melhor opção de museu para o casal que viaja para Londres com seus filhos. As crianças não vão nem lembrar que estão em um museu, de tantas novidades tecnológicas, mídias diferenciadas, informações esvoaçantes e interatividades bacanas. O museu conta a história da ciência através de exemplos práticos, com fotos, vídeos, computadores, hologramas e todo tipo de engenhosidade imaginável. Oferece também sessões de cinema IMAX 3D, com entrada à parte. Entrada: Gratuita (mas o cinema 3D é cobrado). Funcionamento: das 10h às 18h, diariamente. Endereço: Exhibition Road, London SW7 2DD. Estação de metrô: South Kensington.

Victoria And Albert Museum

Ponto turístico de alta atração em Londres, o Victoria and Albert Museum é ideal para quem possui grande apreço por decoração e design. Este é o maior museu de design do mundo, que compreende 3 mil anos de história em objetos dos mais variados tipos. Pinturas, gravuras, acessórios de moda, roupas, joias e fotografias são alguns dos itens que podem ser encontrados por aqui. Entrada: Exposição principal gratuita (mostras especiais podem ser cobradas). funcionamento: 10h às 17h45 diariamente. Endereço: Cromwell Road London SW7 2RL.

Museu de Cera Madame Tussauds

O Museu de Cera Madame Tussauds é mundialmente conhecido e tem franquias espalhadas em 12 países. Mas foi em Londres onde tudo começou. Aqui se encontram estátuas perfeitas de grandes estrelas do mundo artístico e personalidades históricas, como os Beatles e Gandhi. E a produção não para: popstars emergentes, como Lady Gaga e Justin Bieber, já fazem parte da coleção do museu. Estação de metrô mais próxima: Baker Street. Endereço: Marylebone Rd, Londres NW1 5LR, Reino Unido. Ingressos: 30,00 (adulto) e 25,80 (criança). Horários de funcionamento: variam muito (confira). Então o melhor é chegar entre 9h30 e 17h30.

Beijos, e até o próximo post, pois continua!!!

Le Mont Saint-Michel

Posted on abril 12, 2012
Le Mont Saint-Michel é um dos lugares mais fascinantes que tive a oportunidade de conhecer!!! Sabe aqueles lugares que ficamos de boca aberta, então, este é o lugar!!!

É um ilhote rochoso fora da costa da Normandia, no departamento da Mancha, na França, onde foi construído um santuário em homenagem ao arcanjo São Miguel. Seu antigo nome é “monte Saint-Michel em perigo do mar!!!

A história da Abadia do monte Saint-Michel remonta, crê-se, ao ano 708, quando Aubert, bispo de Avranches, mandou construir no monte Tombe um santuário em honra a São Miguel Arcanjo (Saint-Michel). No século X os monges beneditinos instalaram-se na abadia e uma pequena vila foi-se formando aos seus pés.

Durante a Guerra dos Cem Anos, entre França e Inglaterra, o Monte Saint-Michel foi uma fortaleza inexpugnável, resistindo a todas as tentativas inglesas de tomá-la e constituindo-se, assim, em símbolo da identidade nacional francesa. Após a dissolução da ordens religiosas ditadas pela Revolução Francesa de 1789 até 1863 o Monte foi utilizado como prisão.

Declarado monumento histórico em 1987, o sítio figura desde 1979 na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO! O Mont Saint-Michel recebe quase três
milhões e meio de pessoas todos os anos!!
Na entrada desta cidade medieval é a portaria do antigo Burgher, que agora o Posto de Turismo. Depois de passar pelo Portão de Boulevard e Portão do Rei fortificada com seus portcullis, você vai encontrar o «Grande Rue» ou rua principal com seus museus, lojas e casas que datam dos séculos 15 e 16. A igreja paroquial dedicada a São-Pierre, o santo padroeiro dos pescadores é um edifício pequeno dos séculos 15 e 16.

Finalmente chegamos ao «Grande degré» ou Staircase Grande cuja majestade é um prelúdio para o «Marvel». Depois de admirar a igreja da abadia, você pode desfrutar da vista maravilhosa e incomparável sobre a baía ao descer o caminho muralhas.

Abadia de Saint-Michel

A abadia de Saint-Michel está aberta todos os dias, excepto a 01 de janeiro, a 01 de maio e 25 de dezembro. A partir de 2 de Maio a 31 de Agosto: 09:00-19:00, última entrada às 06:00. A partir de 1 setembro – 30 abril: 9h30 às 06:00, última entrada às 17:00.

Preços: Individual: 9 euros; de 18 a 25 anos incluídos a partir de Ue: grátis caso contrário, 5,50 euros; menos de 18 anos: grátis. Grupo (20 pessoas): 7 euros. Operadores turísticos: 7 euros. Taxa para 35 alunos: 30 euros, um líder de graça para cada grupo de quinze alunos, 7 euros para o líder adiciona!! Para mais informações entre no site oficial, clique aqui!!

Arcanjo São Miguel

Vista do Mont Saint-Michel

Curiosidade: A chave para programar uma viagem ao Mont Saint-Michel está na tábua das marés. O espetáculo de efeitos especiais da natureza só acontece nas marés altas, em períodos de luas cheia e nova, em dois horários por dia. São as chamadas “marés vivas”. O site oficial da cidade informa os horários das marés, que mudam diariamente!!

Beijos, Erika!!

 

Coimbra, Portugal

Posted on abril 6, 2012
Coimbra é uma cidade historicamente universitária, por causa da Universidade de Coimbra, fundada em 1290!!! E um dos principais pontos turísticos da cidade!!! Quem estiver indo conhecer Portugal, não deixa de visitar Coimbra, vale a pena!!!

Coimbra estende-se ao longo do rio Mondego (o maior rio nacional) e está situada entre os distritos de Aveiro e Viseu!!! É conhecida como a cidade com mais história da região, acolhe alguns dos costumes e monumentos mais famosos!!  Vários anos após a ocupação romana e domínio medieval, os vestígios dos primeiros anos de Coimbra estão espalhados por todo a cidade…

Não deixa de conhecer:

Igreja de Santa Cruz

Foi um importante local onde se reunia a elite intelectual do país, este antigo mosteiro obteve o estatuto de Panteão Nacional em 2003 e abriga os túmulos dos primeiros reis de Portugal – D. Afonso Henriques e D. Sancho I.

Embora fundado durante o século XII, a estrutura foi totalmente renovada quatro séculos mais tarde pelo rei D. Manuel I, que alterou a arquitetura original do mosteiro para o estilo Manuelino.

O Claustro da Manga, em estilo Renascentista, é a principal atração da igreja e deve o seu nome ao fato dos esboços da sua estrutura terem sido encontrados na manga do gibão do rei D. João III.

Acima, o Jardim da Manga, também conhecido como Claustro da Manga, situa-se nas traseiras do Mosteiro de Santa Cruz, na baixa da cidade!!! Construida em 1528!!

 Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

As ruínas deste mosteiro são um dos primeiros exemplares da arquitectura gótica do país. Após a morte do rei D. Dinis no século XIV, a rainha Santa Isabel (conhecida também como a Rainha Santa) fundou o mosteiro e dedicou o resto da sua vida à religião. A rainha foi canonizada após a sua morte e tornou-se uma das santas mais veneradas de Portugal. Este monumento também marca o local onde Inês de Castro, a eterna e trágica amante de D. Pedro, seria assassinada por tentar prosseguir com o seu amor pelo futuro rei de Portugal.

Portugal dos Pequenitos

Localiza-se no largo do Rossio de Santa Clara,trata-se de um parque temático conhecido como um espaço lúdico-pedagógico, para mostrar às crianças aspectos da arquitetura e da história do Império Português!!!

Sé Velha de Coimbra

A Sé Velha de Coimbra é o um dos edifícios em estilo românico mais importantes de Portugal. A construção da Sé começou em algum momento depois da Batalha de Ourique (1139), quando Afonso Henriques declarou-se rei de Portugal e escolheu Coimbra como capital do reino! Entrada 2 euros por pessoas!!

Sé Nova de Coimbra

Antiga igreja do Colégio da Companhia de Jesus, de que faz parte integrante, conhecida por Igreja do Santo Nome de Jesus. Atual sede episcopal e da Paróquia da Sé Nova. O seu orago é S. Tomás de Vila Nova. Situada no largo da Feira dos Estudantes, atualmente mais conhecido como Largo da Sé Nova!!

Porta e Torre de Almedina

Fica na parte mais baixa da cerca medieval, a sua edificação poderá remontar à época do conde Sesnando Davides, que conquistou Coimbra em 1064, tendo sido ao longo dos séculos por diversas vezes reformada e remodelada. Esta porta era defendida, primitivamente, por dois cubelos avançados que, mais tarde, foram ligados por meio de um arco fundo, por sobre o qual foi levantado o forte torreão.

O seu aspecto atual poderá ser resultante de uma reforma no início do século XVI, por determinação de Manuel I de Portugal.

Universidade de Coimbra

Originalmente fundada em Lisboa no reinado de D. Dinis, esta universidade foi transferida para Coimbra em 1537, onde ainda se mantém!!

Para além da grandiosa arquitetura de todo o complexo, a biblioteca joanina datada do século XVIII é o seu maior tesouro e irá encantá-lo com a opulência de inspiração barroca, as pinturas trompe d’oeil e as infindáveis prateleiras de livros. Com mais de 250 000 obras, estas relíquias ancestrais são impecavelmente preservadas com a ajuda de uma colónia de morcegos que habita a biblioteca e se alimenta dos insetos durante a noite!!

Entrada para a biblioteca!!!

A atual Torre da Universidade, foi construida em 1728 e 1733 segundo projeto do arquiteto italiano Antonio Canevari, que trabalhou em Portugal à serviço de D. João V, em substituição a erguida por Joao de Ruão em 1561!!!

Diploma de 1290!!!

Escadas de Minerva, edificadas em 1724, resultam da ampliação do Pátio imposta pela construção da Biblioteca Joanina!!

Prisão Académica

A prisão académica, estabeleceu-se em 1593, no piso térreo da ala norte do palácio, sob a sala grande, seria transferida em 1773, para baixo da Biblioteca Joanina!! Aqui eram disciplinados os estudantes que se comportavam de mal!!!

Sala dos Capelos

Antes da instalação definitiva da Universidade no antigo Paço Real de Coimbra e da sua transformação em Paço das Escolas, a atual Sala dos Capelos foi Sala do Trono. Quando partir de 1544 aquele palácio aglutinou todas as Faculdades da Universidade de Coimbra, a qual se instalara definitivamente na cidade em 1537, a antiga Sala do Trono passou a ser usada para as mais importantes cerimónias da vida académica.

A entrada é 7euros e você poderá ver toda a universidade!!! Vale a pena!!!

Vou dar uma dica também sobre o hotel onde fiquei!!! O preço é bom e, é perto do centro, da pra ir à pé!!! Se chama Vila Gale Coimbra, bom atendimento, bom preço e possui um bom restaurante!!

Lounge do Hotel

Restaurante do Hotel, Inevitável!!! Muito bom!!

Entrada, com manteigas coloridas!!!

Bom, espero que tenham gostado,

Beijos, Erika!!!

Berlim
Berlim é uma das capitais mais interessantes de se visitar!!!  É uma mistura do novo com o antigo, pois ela foi devastada com a guerra e hoje podemos ver uma arquitetura nova, com prédios altos e modernos!!!

É uma cidade cultural com cerca de 180 museus!!!  Além de possuir, cerca de 500 igrejas, mais de 5.000 bares (com cerca de 6.800 marcas de cerveja alemãs), 135 teatros e três Óperas, além dos parques, monumentos e galerias espalhados pela cidade.

Berlim é uma cidade grande demais para ser conhecida a pé e em pouco tempo. Sendo a melhor opção, utilizar o serviço de transporte interligado, que funciona perfeitamente. Você irá encontrar ônibus, metrô e trens que passam por toda a cidade.

É possível comprar passagens que permitem usar todos os meios de transporte por duas horas (US$ 2, aproximadamente), por um dia (US$ 4, aproximadamente), por uma semana (US$ 22, aproximadamente) ou por todo o mês (US$ 53, aproximadamente). Outra alternativa são as bicicletas, que você poderá alugar!!!

Estive em Berlim, e vou dar agora umas dicas de lugares para você visitar e aproveitar a cidade!!!

Potsdamer Platz

É uma mini-cidade moderna construída entre as antigas pedras de Berlim. Aqui você irá encontrar uma infinidade de lojas e as grifes mais conhecidas do mundo!! Para muitos alemães, o surgimento da mega-construção entra em choque com a antiga arquitetura cultural da cidade.

Portão de Brandemburgo

Trata-se de um monumento inaugurado em 1791. Bem parecido com o Arco do Triunfo (da França) e ainda representa uma das entradas da cidade. Muitas histórias já aconteceram em torno do portão, como a queda do muro de Berlim e a chegada de Napoleão Bonaparte e sua tropa durante a invasão francesa.

Berliner Dom (Catedral de Berlim)

Construída entre 1894 e 1905 no estilo renascentista italiano, foi a maior igreja protestante do século 19. Abriga uma cripta com cem tumbas da família real Hohenzollern, consideradas de grande valor histórico e cultural. Acesso à vista da cúpula subindo 270 degraus.

Igreja Memorial de Kaiser Wilhem

Localizada no centro de Breitscheidplatz, o tamanho extenso e a construção diferenciada chamam a atenção. A igreja foi bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial; hoje a mesma tem capacidade para mais de mil pessoas e ainda uma sala memorial.

Coluna da Vitória

Construída em 1873 para comemorar e simbolizar batalhas militares em Berlim. O obelisco possui 66,89 metros de altura e uma escadaria onde é possível subir e observar de cima, uma vista privilegiada da capital da Alemanha.

Pergamo, Museum

Museu cujo nome foi concebido em homenagem ao Altar de Pergamon (monumental templo grego de 180 anos antes de Cristo e presente no museu).

Schloss Charlottenburg (Palácio de Charlottenburg)

Palácio que foi a residência oficial dos governantes da Prússia. É grande, interessante e aproveita-se melhor o passeio se a visita ao palácio for feita com tranquillidade.

Palácio de Bellevue

Localizado no bairro de Tiergaten, onde há também o Obelisco da Vitória e um lindo parque publico. O palácio representa as instalações do presidente da Alemanha.

Schloss Sanssouci (Palácio de Sanssouci)

Lindo e também cheio de histórias, este palácio possui seis residências que pertenceram a reis para serem visitadas. Por causa de seu enorme e agradável caminho, com uma bicicleta o passeio torna-se mais atrativo e menos cansativo que a pé.

Palácio de Reichstag

Situado no distrito de Mittre, o edifício abriga o parlamento federal da Alemanha. Possui fantástica arquitetura, em traços mais antigos, como muitas outras construções de Berlim.

Alexanderplatz

A Alexanderplatz é a praça mais conhecidas da cidade e endereço de duas outras importantes atrações locais, a Torre da Televisão e o Relógio Mundial. É também um otimo lugar para compras!!!

Tiergarten

É o maior parque da cidade e uma das áreas de lazer preferidas dos habitantes e turista. Este parque é muito bonito!!! Vale a pena!!!

 Memorial do Holocausto

Este monumento presta homenagem a todos os judeus que morreram durante o regime nazista no Holocausto. Foi construído em maio de 2005 e é formado por 2.711 blocos de concreto, distribuídos ao longo de uma grande superfície, diferenciados quanto ao tamanho. É possível andar entre os blocos e ter a nítida sensação de estar num labirinto, provocada pela posição e altura dos blocos. Encontra-se no porão do monumento um centro de informação que possui em seu acervo uma série de depoimentos das vítimas desse genocídio.

Espero que tenham gostado!!!

Beijos, Erika!!!

Compras em Amsterdam!!!

Posted on fevereiro 16, 2012

Amsterdam possui uma grande variedade de lojas e diversos mercados!!! O horário de funcionamento é um pouco diferente, não ficam abertas até tarde!!! De segunda a quarta, sexta e sábado vai das 9h00 até as 18h00 (embora muitas lojas abram somente a tarde na segunda). E a quinta-feira é a koopavond, conhecida como a “noite de compras”, ficam abertas até às 21h00. Os domingo, o horário é mais restrito, vai das 12h00 até às 17h00.

Como existem várias áreas de compras em Amsterdam, vou citar aqui as principais para você conhecer e desfrutar!!! E boas compras!!!

Kalverstraat

Fica no centro de Amsterdam e é uma das ruas mais famosas da cidade!!! Lá, você também encontrará uma torre de vidro e estrutura de aço, onde se encontram mais de 30 lojas, além de cafés e um belo restaurante no último andar, onde há uma bela vista da cidade!!!

Bijenkorf

É uma famosa loja de Amsterdam, localizada num prédio na praça do Dam, a Bijenkorf oferece uma grande variedade de roupas de marcas famosas, lingerie, roupas de banho, moda infantil, produtos de perfumaria, jóias, além de um departamento de produtos caseiros. E também possui um restaurante com vista para a praça do Dam. 

La Savonnerie

Na confluência da Prinsengracht e a Elandsgracht (no bairro Jordaan) fica localizada uma loja extremamente perfumada na qual, a norueguesa Turid Nilsen, fabrica sabonetes há dez anos.

Os sabonetes nas cores do arco-iris são produzidos nas diversas formas e diversos odores. Eles podem ser impressos com mensagens ou nomes individuais para casamentos, aniversários ou outras ocasiões festivas.

Como a fabricação dos sabonetes pode durar alguns dias, é melhor fazer suas encomendas com antecedência. Além de sabonetes, lá, você poderá encontrar uma grande variedade de outros produtos para presentes!! Todos os produtos são naturais e não são testados em animais. Vale a pena conferir!!

Noordermarkt

O Noordermarkt é um mercado onde são vendidos artigos de segunda mão. Como roupas (usadas), sapatos, jóias e chapéus. Aos sábados o Noordermakt se transforma num mercado de produtos orgânicos. Fica na rua Noorderkerkstraat.

Albert Cuyp Amsterdam

É provavelmente o mercado mais famoso da Holanda. Aqui você pode comprar uma enorme variedade de artigos, desde animais de caça até móveis. Vale a pena visitar!!  Aberto de segunda a sábado das 9:00 até às 17:00 horas.

Bloemenmarkt Amsterdam

O único mercado de flores flutuante do mundo, com barracas de flores instaladas em barcos flutuando no Singel, entre a Koningsplein e a Muntplein!! Aberto todos os dias da semana. Uma visita obrigatória, mesmo se for apenas para ver o que é oferecido!! Aberto diariamente das 9:00 às 17:00 horas durante o verão. E entre 9:00 e 17:00 aos sábados nos meses do inverno.

Waterlooplein Mercado

Este é o mais famoso mercado de pulgas de Amsterdam. Lá, você poderá encontrar roupas dos mais diversos tipos, inclusive jeans, casacos de couro, batik, T-shirts, além de excelentes artigos de segunda mão. Aberto de Segunda a Sábado 09:00 – 17:00 horas, e Dom e feriados fica fechado.

Metz & CO

O Metz & CO marcou sua presença em Amsterdam desde sua fundação em 1891.
Trata-se de uma loja exclusiva para todo tipo de presentes, artigos de cristal, malas, maletas, artigos de cozinha, e muito mais. Fica na rua Leidsestraat 34-36.

Hema Kalvertoren

Neste shopping os produtos são baratos mas de alta qualidade. Aqui você irá encontrar, roupas infantis, roupa de banho, calcinhas, cuecas, produtos de uso doméstico, artigos de escritório e acessórios. A Hema vende também bolos, pão, especialidades alimentícias e vinhos. Fica na rua Singel 457.

Kalvertoren

Este shopping fica localizada numa das ruas comerciais mais populares do centro de Amsterdam, a Kalverstraat. Além de diversas lojas, você encontrará cafés e um belo restaurante no último andar que oferece uma bela vista da cidade.

Magna Plaza

Este prédio foi construido em 1898, onde abrigava anteriormente a sede dos Correios. Hoje, é um moderno shopping center. Trata-se de um shopping de 4 andares com mais de 40 lojas, que oferecem artigos de moda e grande luxo, além de excelentes restaurantes. Fica na rua Nieuwezijds Voorburgwal 182.

Amsterdam Diamond Center

O Amsterdam Diamond Center é a maior joalheria da Holanda. Ela oferece aos seus visitantes, além de uma grande coleção de diamantes avulsos e jóias, uma enorme variedade de relógios de pelo menos 35 diferentes marcas. O Amsterdam Diamond Center oferece também aos seus clientes um serviço imediato, rápido e eficiente, atendendo às necessidades e desejos do comprador. Os ourives e relojoeiros deste estabelecimento estão ao dispor dos seus clientes 7 dias da semana. Fica na Rokin 1 1012 KK.

Hooftstraat

A PC Hooftstraat fica pertinho do Vondelpark, um parque super bonito!! Esta é a rua mais chique de Amsterdam, aqui você irá encontrar lojas das grifes mais famosas do mundo!!!

Beijos, e até a próxima!!!

Puebla de Sanabria, Espanha

Posted on fevereiro 7, 2012

Neste fim de semana fui conhecer mais uma cidade!!! Estive em Puebla de Sanabria, na Espanha, uma pequena cidade nas montanhas!!!

Puebla de Sanabria é uma província de Zamora, uma comunidade autónoma de Castela e Leão, com uma área 81km² com uma população de 1614 habitantes!!! E fica à 990m de altitude!!

É uma pequena cidade, se você esta viajando pela Espanha e estiver perto de Zamora, vale a pena parar por lá e conhecer!!! Esta super bem conservada, e possui bons restaurantes!! Ou, se você estiver em Portugal, nos arredores de Bragança, como eu, Puebla de Sanabria, fica à 40 min!!! Mas se prepara, pois a estrada é de montanha, cheia de curvas…

A pequena cidade fica dentro das muralhas do Castelo!!!

O Castelo dos condes de Benavente, Foi edificado na segunda metade do século XV, pelo IV Conde de Benavente, D. Rodrigo Alonso Pimentel.
Situado a 960 m de altitude, era uma fortaleza inexpugnável. Hoje serve como Casa de Cultura da vila.

Ermida de S. Caetano, esta pequena capela barroca, foi construída no século XVIII, adossada à Igreja, em memória do seu fundador D. Lucas García Ossorio. Possui uma fachada ricamente decorada.

Igreja de Santa María del Azogue

Do portal principal da Igreja de Santa María del Azogue. Os capitéis românicos da porta mostram decorações vegetalistas e o tema bíblico de Adão e Eva tentados pela serpente. Nos fustes aparecem figuras humanas adossadas, ataviadas com o vestuário da época. É de admirar o detalhe posto no vestuário e até nos toucados do cabelo.

Beijos, e até a próxima viagem!!!

Amsterdam
Hoje vou falar sobre umas das cidades mais culturais e divertidas da Europa!!! Amsterdam, capital da Holanda, é uma cidade tolerante, com uma arquitetura única e uma enorme variedade de atrações que não encontramos em nenhum lugar do mundo!!!

Eu estive em Amsterdam no mês de Fevereiro, mais o melhor é conhece-la na primavera ou verão!!! Pois, no inverno com seus canais, surge muita neblina e quase não vemos a arquitetura da cidade!!! Fiz uma seleção de atrações que você não deve deixar de ver em Amsterdam!!!

Museumplein

No Museumplein é a área com maior concentração de museus de Amsterdam e alguns dos mais importantes da Europa, como o Van Gogh, o Rijksmuseum e o Stadelik. La você vai encontrar a famosa escultura-letreiro “IAMSTERDAM”, sendo um dos pontos mais legais da cidade para bater fotos!!! Um outro prédio interessante da área que vale a pena conferir é o Concertgebouw, a casa de ópera de Amsterdam.

 Museu Van Gogh

O Museu Van Gogh explora a história e a mente de Vincent Van Gogh, um dos pintores mais brilhantes de todos os tempos. Inaugurado em 1973 possui no acervo mais de 200 pinturas e 500 desenhos do artista e de alguns amigos da mesma época. As obras estão organizadas em ordem cronológica e é possível acompanhar a evolução espiritual e técnica do artista. Se for possivel, adequira o guia de áudio, que dá detalhes de cada um dos trabalhos. Confira também a máquina que fica no térreo do museum, usada para mandar mensagens de vídeo grátis por email! Horário de funcionamento: diariamente das 10h00 às 18h00, sexta-feira 10h00 às 22h00. Fechado no dia 1 de janeiro – Preço: € 10

Mercado Albert Cuyp

Está localizado no bairro De Pijp, próximo da Cervejaria da Heineken, é o maior mercado de rua de Amsterdam e da Holanda, e lá você pode encontrar de tudo, desde chocolates em formato de seios e falos aos deliciosos stroopwafels, um tipo de waffle holandês fininho, recheado com caramelo derretido. Se você quer economizar na alimentação lá é o lugar ideal, já que os preços são bastante baixos, principalmente quando comparados com os dos supermercados e restaurantes da cidade. Não saia de lá sem provar o haring (famoso peixe holandês servido cru e com cebola – uma delícia) e o stroopwafel. Ambos custam em torno de 1 euro.

Cervejaria da Heineken (Heineken Experience)

Para quem gosta de cerveja, não pode deixar de conhecer a Cervejaria da Heineken. O passeio custa € 15,00 e dura em torno de duas horas, durante as quais poderá beber Heineken e conhecer o lugar onde ela era originalmente produzida, além de descobrir mais sobre a história desta que é uma das cervejas mais famosas do mundo. A cervejaria oferece também uma experiência em quatro dimensões, onde você terá a sensação de estar dentro de uma garrafa de cerveja, e o World Bar, onde é possível conhecer gente do mundo inteiro enquanto se degusta uma cerveja!!

Passeios de Barco

Um passeio de barco é uma ótima forma de ver Amsterdam de um outro ângulo, conhecendo mais sobre a história dos prédios, pontes e canais da cidade. Existem diversas empresas espalhadas por Amsterdam prestando este serviço e uma delas fica bem de frente para a Cervejaria da Heineken. O passeio custa € 12,50 e dura em torno de uma hora e meia, durante as quais são dadas explicações sobre a história da cidade em várias línguas. Em alguns barcos é possível ir para uma área exterior através de uma porta nos fundos, perfeita para tirar fotos e aproveitar o passeio!!!

Vondelpark

O Vondelpark é o maior parque de Amsterdam, localizado no centro da cidade, próximo de diversas outras áreas de interesse, como Museumplein e Leidseplein, o parque tem uma área verde imensa, repleta de lagos, belas árvores e animais. Um verdadeiro oásis no meio do agito de Amsterdam. Caminhe até lá saíndo da Museumplein e siga para a Leidseplein,  você não irá se arrepender!!!

Leidseplein

Conhecido como o coração de Amsterdam, Leidseplein, é o lugar para se ir a balada!! Lá, estão localizados a maioria dos bares e boates da cidade, além de diversos cafés e restaurantes. Durante todo o dia o movimento de pessoas é grande, com artistas de rua se apresentando para os turistas. Você irá encontrar também lugares que vendem comida mais barata, como o Mc Donald’s e o Burger King, além de um dos mais famosos coffee shops da cidade, o Bulldog!!!

Coffee shops & Smart shops

Amsterdam é conhecida por ser tolerante, tanto no que diz respeito ao sexo quanto às drogas. O uso de maconha e outras drogas não-sintetizadas é permitido e a venda regulamentada, só que desde o ano passado não é mais permitido a venda de drogas aos turistas!! Agora somente holandeses podem consumir nos coffe shops. Nos coffee shops geralmente só se vende alcóol, maconha e seus derivados. Já nos smart shops são vendidas outras drogas como comprimidos com extratos de psilobicina (substância encontrada nos cogumelos mágicos), ervas e acessórios como cachimbos, etc.

 De Dam

A praça Dam fica no centro histórico de Amsterdam e abriga prédios importantes da cidade, como o Palácio Real e a Nieuwe Kerk (a Igreja Nova), além do Monumento Nacional, um obelisco construído em homenagem às vítimas da Segunda Guerra Mundial. É lá que acontecem os principais eventos de rua da cidade e onde se instalam os parques de diversão que passam por Amsterdam. A De Dam fica bastante próxima da principal estação de trem da cidade, a Centraal Station, e do mundialmente famoso Red Light District!!!

Red Light District

O Bairro da Luz Vermelha de Amsterdam é provavelmente o mais famoso do mundo!! Lá é possível encontrar prostitutas oferecendo os seus serviços enquanto se exibem através de vitrines, em sua maioria iluminadas por luzes vermelhas. As vitrines do bairro são alugadas pelas prostitutas como qualquer outro espaço comercial, já que a prostituição é uma profissão legal na Holanda. Na área – que é cortada por diversos canais e ruas estreitas – existem vários sex shops, teatros e museus do sexo, além de coffee shops e bares.

Se você for a Amsterdam não deixa de conhecer esses pontos turísticos!!! E boa viagem!!!

Beijos, Erika!!!

Compras em Praga…

Postado em 05 de Dezembro de 2011

Hoje vou dar dicas de compras na cidade de Praga, capital da República Checa!!! Essa cidade desnumbrante possui grandes centros comerciais, que foram abertos em meados dos anos 90, depois da queda do comunismo.

Vou começar pelo Myslbek, uma galeria de compras que foi inaugurada em 1996, foi o primeiro shopping de Praga! Ele conecta a Cidade Nova de Praga a Cidade Velha, que se estende entre a movimentada Rua Na Prikope e a histórica Ovocný trh (Mercado das Frutas) atrás do Teatro Estates.

Possui cerca de 30 lojas e boutiques, e alguns restaurantes. Fica na Rua Na Prikope 19/21, Prague 1, você poderá chegar lá pelo Metro A / B para Mustek  e funciona de seg-sáb 9,00-20,00, Dom 10,00-19,00.

Outro shopping no centro é o Palladium, que é extremamente chique, possui até um casino em seu interior!!! Palladim é um prédio de cinco andares que possui 170 lojas e 30 restaurantes e cafés. É um local de fácil acesso através de transportes públicos, mas no caso de você estiver de carro, há cerca de 900 lugares de estacionamento subterrâneo. Mas o estacionamento é pago, é também um bom lugar para se deixar o carro para conhecer o centro de Praga. E o melhor funciona a noite!!

Fica na Rua Republiky náměstí 1, Prague 1, para chegar, você poderá pagar o Metro B para náměstí Republiky. Funciona de Seg-Sex 9,00-22,00, Sab 9,00-22,00, Dom 9,00-21,00 e os restaurantes de Seg-Sex 11,00-24,00, Sab 11,00-24,00, Dom 11,00-23,00. Para conhecer melhor entre no site Palladium!!!

Como em toda cidade europeia Praga também possui sua rua de luxo, como a Champs-Élysées em Paris!!  A Rua Pařížská, próxima da praça central, transmite luxo e esplendor, e é famosa pela concentração de boutiques de luxo, restaurantes e cafés.

Aqui você poderá encontrar as principais lojas de luxo, como Dior, Hermés, Louis Vuitton, Prada, Miu Miu, Baume & Mercier, Breitling Cartier, Chopard, Dunhill, Gucci, IWC, Montblanc, Piaget, Omega, Van Cleef & Arpels, e Rolex, Panerai, Patek Philippe, Vacheron Constantin e Bvlgari. Pra quem gosta de luxo é o lugar certo!!!

Existe mais dois shoppins que são imperdíveis!!! O Palác Flora e o Nový Smíchov!!

O Palác Flora e um dos maiores shoppings de Praga, inaugurado em 2003, possui   quatro andares que são preenchidos com 120 lojas, praça de alimentação, e um cinema o Multiplex.

O ambiente é iluminado e arejado, com um átrio central aberto. Você pode caminhar até ao shopping direito de dentro da Flora estação de metro (linha A).

Fica na Rua Vinohradská 144, Prague 3, você poderá pagar o Metro A ou o eléctrico 5, 10, 11 ou 16 a Flora. Funciona de seg-sáb 9,00-21,00, Dom 10,00-21,00. Para mais informações entre no site Palác Flora.

O Nový Smíchov é um elegante e moderno shopping e centro de entretenimento que se espalha ao longo de três andares. Ele está localizado perto da estação de metro Anděl (linha B). Há um supermercado Tesco e Datart loja de eletrônicos no térreo, no total são 150 lojas diferentes, e também uma praça de alimentação e um Cinema Multiplex no terceiro andar.

Gostava muito deste shopping, é também um bom lugar para lanchar!! Possui uns cafés maravilhosos!!!Fica na Rua Plzeňská 8, Prague 5, você poderá pagar o Metro B ou eléctrico 4, 6, 7, 9, 10, 12, 14 ou 20 a Anděl. Funciona de seg-sáb 9,00-21,00, Dom 10,00-21,00.

E por último vou falar sobre o Fashion Arena Outlet Center, é um shopping com cerca de 80 lojas de várias marcas com descontos de 30% a 70% !!!

Era um dos meus shoppins preferidos quando morei em Praga!!! Os descontos são realmente bons!!! Minhas lojas preferidas eram a Nike, Addidas, Puma, Levis!!!

Fotos tiradas do site Feel Home

Para chegar ao Fashion Arena, você poderá pegar um onibus na estação de metro Depo Hostivar (metro linha A), que sai a cada 30 min, depois das compras ele te leva de volta a estação, o serviço é gratuito!!! Para mais informações entre no site Fashion Arena.

   Beijos, Erika!!!

Praga

Postado em 24 de Novembro de 2011

Hoje vou falar de uma das capitais mais bela da europa, “Praga”, que permanece quase intocada pelo tempo, apesar de ter sobrevivido a duas guerras deste século! Hoje, Praga vive um renascimento cultural que praticamente toma conta da cidade durante boa parte do ano. Artistas de rua dividem a atenção com a desnumbrante cidade, representada por sua arquitetura gótica, barroca e art nouveau!!!

Vivi em Praga durante 1 ano, e todas as vezes que percorria suas ruas de pedra, ficava totalmente desnumbrada!!! Então, proponho a quem for visitar a cidade que caminhe sem rumo pelas suas ruas estreitas, pois será um passeio inesquecível!!!

Praga esta situada na Boêmia central, localiza-da sobre colinas, em ambas as margens do rio Vltava. O rio atravessa a cidade, e no seu percurso podemos ver as belas pontes, e na sua margem esquerda fica o desnumbrante Castelo de Praga!!!

Vou citar a vocês alguns pontos turisticos que não podem deixar de ser visitados nessa capital da Republica Tcheca!!!

Castelo de Praga

O castelo começou a ser construído no século 9, mas passou por várias reformas. Hoje é sede do governo e residência do presidente desde 1918. Visite os jardins e a viela dourada, uma ruazinha estreita ladeada por pequenas casas construídas no século 16 e hoje ocupadas pelo comércio local. A casa de número 22 foi, por um curto período, residência de Kafka.

Catedral de São Vito

Construção gótica foi iniciada em 1344 durante o reinado de Charles 4º, mas só no século 19 é que foi terminada. A grande capela de São Venceslau, uma das remanescentes do século 14, é a maior atração, com decoração contendo 1,3 mil pedras semi-preciosas e afrescos sobre temas bíblicos.

Esses afrescos com temas bíblicos são uma obra de arte!!!

Antigo Palácio Real

Residência de príncipes e reis da Boêmia entre os séculos 11 e 17, foi palco de uma das mais terríveis execuções do país: em 1618, dois católicos foram defenestrados (atirados da janela) por protestantes irados.

Basílica de São Jorge

É uma igreja romanesca, ligada a um convento beneditino, que reúne o acervo de arte gótica, barroca e renascentista da Galeria Nacional.

Troca da Guarda

Cerimônia tradicional… É interessante de se ver, toda vez em que a guarda do castelo é substituída, há uma cerimônia!!!

Praça Central (Staromestke námest)

É o centro de Praga, onde acontece os principais eventos, além de excelente ponto de partida para conhecer o resto da cidade. Ao seu redor à diversos bares e restaurantes que tomam conta das pequenas galerias que se escondem por trás das arcadas que emolduram o local.


Igreja Tyn

Um dos cartões postais de Praga, essa igreja com duas torres é um dos melhores exemplos da arquitetura gótica da cidade. A construção se iniciou em 1461. A entrada para a igreja fica atrás das arcadas, pela casa de número 604. Fica ali o túmulo do astrônomo dinamarquês Tycho Brahe.

Relógio Astronômico

Pra mim, é um dos pontos mais interessantes!!! A cada uma hora, um boneco representando a morte aciona um carrilhão por onde desfilam bonecos de 12 apóstolos seguindo São Pedro. Uma multidão para a cada uma hora para ver o espetáculo… O relógio foi construído em 1410, e ainda hoje, mantém o mecanismo original reformado entre 1592 e 1572.

Ponte Charles (Karluv Most)

Sem duvida é uma obra gótica, que possui 520 m de extensão tendo sua construção iniciada em 1357, por ordem de Carlos 4º, e hoje é um dos símbolos de Praga, ligando as duas partes da cidade por sobre o rio Vltava. Desde 1950, é proibido o tráfego de veículos sobre a ponte, tornando-se hoje um calçadão movimentado. Dos dois lados da ponte há réplicas de estátuas góticas e barrocas com imagens de santos católicos. Em cada uma das extremidades da ponte há torres de onde se pode ver Praga do alto!!!

Igreja de São Nicolau

Construída em 1755, na praça central, essa antiga igreja jesuíta é um dos exemplos mais bem-acabados do barroco em Praga.

E por último, gostaria de falar sobre as marionetes, tradicionais do país, são verdadeiras obras de arte!! Uma ótima lembrança desta cidade fantástica!!!

Uma última dica: visite Praga no verão, pois o inverno é super rigoroso, já cheguei a pegar em Praga -14ºC…

Beijos, e até a próxima!!!

Paris

Postado em 02 de Novembro de 2011

Paris é uma das cidades mais glamurosas que tive a oportunidade de visitar!!! Mas uma dica, para conhece-lá vá na primavera ou no verão, assim é possível percorrer suas ruas a pé.

Pois sua área central é dividida em 20 arrondissements (regiões), que juntas formam o centro onde estão os principais pontos turisticos da cidade.

Vou citar aqui os principais pontos que qualquer visitante não deve deixar de ir!!

O primeiro: Torre Effeil

Pra quem tem coragem, subir a Torre proporciona uma visão inesquesível!! Poderá ter uma visão panorâmica da área central dividida em suas 20 arrondissements

Para subir temos duas opções, uma é subir pela escada e outra pelo elevador. As duas opções são pagas, estão entre 13,10 euros por pessoa, vale acrescentar que há tarifas reduzidas para crianças, jovens e deficientes. Abre 9h30-23h (9h-24h no verão). E não se esqueça, como toda atração do mundo as filas para subir durante o verão são gigantescas, mas vale a pena!!

Curiosidade: Foi construída temporariamente por Gustave Eiffel para a Exposição Universal da Feira Mundial de 1889, em comemoração ao centenário da Revolução Francesa. Ela tem 320m de altura, o que acarretou muita polêmica na época com a possibilidade de não desmontá-la.

 Em segundo: Museé du Louvre

Eu sempre gosto de dizer que se pode levar dias para conhecer o Louvre por inteiro, pois ele é enorme… Pode deixar um dia somente para conhece-lo, e ainda assim vai ter coisas que não irá conseguir ver.

Custa em torno de 10 euros para entrar, abre das 9h-18h (21h45 quartas e sextas), e as terças é fechado. Todo primeiro domingo do mês é gratuito.

Curiosidade: Foi construído no final do século 12 como um forte, mais tarde no século 16 foi convertido em palácio, e somente em 1793 tornou-se museu.

Em Terceiro:  Cathédrale de Notre-Dame

Outro ponto turístico imperdível, fica as margens do Rio Sena… É um dos lugares mais visitados de Paris. Esta aberta 7h45-18h45, entrada gratuita. As torres abrem 10h-17h30 (18h30 no verão), entrada 7,50, euros gratuita no primeiro domingo do mês.

Curiosidade: Na Catedral estão as belas estátuas de Carlos Magno e Joana d’Arc. É um templo gótico iniciado em 1163 e finalizado em 1345. Nela, Napoleão foi coroado em 1804. Seus vitrais, janelas, portais e pinturas vão transportar você à Idade Média.

 Em Quarto: Arc de Triomphe e Champs-Elysées

O Arco do Triunfo é o verdadeiro símbolo da nacionalidade francesa!!! De frente a ele encontramos umas das mais famosas avenidas do mundo, a Champs-Elysées… Conhecida por suas lojas de luxo, restaurantes e cafés. Vale a pena visitar a famosa Torre da Louis Vuitton, essa loja é fantástica!!! Acreditem!!!

O Arco do Triunfo abre diariamente das 10h-22h30, no verão até as 23h. Para subir custa de 8 a 5 euros, e todo primeiro domingo do mês é gratuito. Há um pequeno museu em cima. Do alto, podemos ver a Champs-Elysées, a Torre, o obelisco na Place de la Concorde, e o Louvre.

Curiosidades: O Arco foi idealizado por Napoleão, para celebrar as vitórias francesas, terminado em 1836. Embaixo do Arco, ha um túmulo de um soldado desconhecido (La Tombe du Soldat Inconnu), o túmulo representa todos os soldados que morreram em batalhas, em especial na Primeira Guerra Mundial.

Uma última dica, nunca saia de casa sem uma blusa de manga longa mesmo no verão, o entardecer em Paris muitas vezes é frio …

Beijos, até a próxima!!!

Compras em Paris…

Postado em 08 de Novembro de 2011

Não há nada mas prazeroso do que fazer compras e ainda mais em Paris!!! Hoje vou dar algumas dicas sobre os 4 lugares mais quentes da cidade…

Vamos começar pelo Printemps Department Store Paris, um dos shoppings mais luxuosos do mundo!

Foi um dos primeiros shoppings do mundo, criado em1865, bem no centro de Paris, e o primeiro a ser equipado com energia elétrica. E em 1975, sua fachada é registrada como um Monumento Histórico.

Sem duvida é um dos lugares mais chiques de Paris para se fazer compras, o top!! Possuindo até personal shopper, que guia os clientes nas principais lojas e os ajuda a fazer suas compras!!! Um luxo!!!

Abre de segunda a sábado das 9h35-20hs e somente as quintas-feiras ele fecha as 22hs. Fica na 64, bd Haussmann, 75009 Paris, Tel : +33(0)1 42 82 50 00. Para mais informações é só ir ao site Printemps.

Por falar em luxo, seguimos agora para a avenida mais famosa do mundo, a Champs-Elysées, mais conhecida na França como La plus belle avenue du monde (“A avenida mais bela do mundo “). Foi um dos primeiros projetos de uma grande avenida em linha reta, criada em 1667, pelo arquiteto Le Nôtre. E ao longo do séc. XVIII ela foi sendo prolongada, possuindo hoje 71 metros de largura por 1,9 km de comprimento.

É um destino certo pra quem gosta de luxo!! Umas das lojas mais famosas esta lá, a Torre da Louis Vuitton, umas das maiores da marca no mundo…

Já visitei essa loja, é extremamente luxuosa, e suas bolsas são de deixar qualquer mulher apaixonada!!! Os preços variam, você pode adequirir uma bolsa a partir de 400 euros. Para ver a nova coleção da Louis Vuitton é só acessar o site aqui!!!

Agora vou falar um pouco de um dos lugares mais visitados por brasileiros, a Galeries Lafayette!! Possui 10 andares, sendo um complexo formado por duas lojas, Lafayette Homme: 4 andares; Lafayette Maison: 5 andares. Esta localizada na boulevard Haussmann 40, no IXe arrondissement.

Foi criada por Théophile Bader e seu primo Alphonse Kahn, que em 1893 abriram sua primeira loja na rue La Fayette e da Chaussée d’Antin. E em 1896, compraram todo o prédio n° 1 da rue La Fayette, mais tarde em 1905 adquiriram os prédios n°38, 40 e 42 da boulevard Haussmann e e n°15 da rue de la Chaussée d’Antin. Formando assim o que conhecemos hoje como a Galeries Lafayette.

Lá você vai encontrar as principais marcas!! Vale a pena visitar!!! Abre de Seg – Qua, Sex – Sáb: 9:30 – 20:00 e Qui: 9:30 – 21:00 a os domingos é fechado.

E por último, seguimos para a La Vallée Village, o lugar onde podemos fazer compras sem estourarmos nossos cartões!!! Suas lojas estão dispostas como uma vila em céu aberto, possuindo mais de 90 lojas de marcas nacionais e internacionais, ficando à meia hora de Paris.

É o lugar certo para quem esta querendo comprar sem gastar muito, é um shopping onde as principais marcas montam suas lojas para vender o que ficou das coleções passadas!! Podemos encontrar muitas coisas legais com preços ainda melhores!! Você vai encontrar lojas como a Burberry, Diesel, Dolce & Gabbana, Daine Von Furstenberg, Chivengy, kenzo, Longchamp, Max Mara, Puma, Valentino, Versace, entre outras!!!

Para chegar ao shopping La Villée Village você pode pegar um onibus no centro de Paris, na Place des Pyramides às 9:30 am (retorno às 14:30 h) ou às 12h30 (retorno às 17h). Abre de segunda a sábado de 10h às 19h e, domingos, das 11h às 19h. Para mais informações é só acessar ao site La Vallée Village!!

Boas Compras!!!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s